• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Uma comparação entre as Ditaduras Chilena e Brasileira para você demonstrar conhecimento no vestibular

O tema de hoje é um tema super especial porque cai muito nas especificas: a Ditadura Chilena ou Ditadura de Pinochet. Mas, como a gente bem sabe, nada acontece por acaso. Então, PREPARA, porque hoje nós vamos descomplicar tudo sobre essa ditadura e sair daqui só para arrasar no vestibular.

A ditadura chilena, de 1973 a 1990, aconteceu num contexto de ditaduras latino-americanas e teve seu inicio quando Pinochet tomou o poder através de um golpe militar, retirando do governo Salvador Allende (um político marxista). Te lembra alguma coisa, né? Isso mesmo, o Brasil também estava passando por uma ditadura nesse período. Será coincidência? Claro que não! Eu e você sabemos que nada na história acontece por acaso. E aí, já descobriu que para entender isso precisamos ver qual o contexto dessa ditadura? Vamos lá!

hist-resumo-1

O contexto mundial era nada mais, nada menos, do que o de uma Guerra Fria. Isso mesmo, tínhamos um presidente marxista no poder à frente do Chile num contexto de disputa ideológica. Salvador Allende foi o primeiro presidente marxista assumido e eleito no Chile por voto popular. O “grande temor comunista” instaurado na América Latina ganhou vez no Chile, e lá se foi os Estados Unidos da América dar apoio ao golpe, em defesa do capitalismo.

hist-resumo-2

Desagradados, os EUA apoiaram movimentos contrários ao governo até a chegada do militar Pinochet, como eu tinha te contado antes, que já chegou ao poder por meio da morte de Allende. A ditadura chilena foi bem parecida com a brasileira: matou e torturou seus opositores, além de legalizar constitucionalmente a ditadura.

Com tantas manifestações populares contrárias a ditadura no ano de 1987, foi realizado um plebiscito que decretou que Pinochet não continuaria no poder. Em 1990 aconteceu a primeira eleição pós-ditadura. O governante posterior, Patrício Aylwin, diferente do que houve no Brasil, puniu os militares envolvidos com crimes durante o regime. Outra diferença entre Chile e Brasil foi o número de governantes: enquanto a ditadura chilena teve um governante, a ditadura brasileira teve cinco governantes.

E aí, gostou do resumo? Que tal testar os seus conhecimentos com um exercício? Deixe também o seu comentário! Ah, e não poderia me esquecer: beijos históricos pra vocês.