• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Em 1 minuto o Pellizzari vai te ensinar História e arrumar sua vida amorosa. Duvida?

O professor Renato Pellizari, de História, descomplica a Idade Média, a Revolução Francesa, a Guerra Fria… e, no meio disso tudo, a sua vida amorosa também. Não acredita? Então dá uma olhada nas dicas que ele, com todo o amor do mundo, preparou pra você!

O Pellizari torce para que o vestibular e sua vida amorosa deem certo!

O Pellizari torce para que o vestibular e sua vida amorosa deem certo!

 

1. Recomece e revolucione

Quando você termina um namoro, tudo o que quer em um próximo relacionamento é alguém bem diferente do seu anterior (a não ser que queira persistir no erro). A História passa por processos parecidos, se caracteriza por ciclos e mudanças. Você já parou para pensar no que marca a passagem da Idade Moderna para a Contemporânea? Ou no que define a Revolução Francesa, um dos marcos da passagem para a contemporaneidade? Isso mesmo, MUDANÇAS E RECOMEÇOS!

 Assista uma aula sobre Revolução Francesa.

Cair, levantar e recomeçar: esse é o lema.

 

2. Investigue o passado

O problema é que nem sempre a mudança é para melhor. Então, para ajudar na sua escolha, você vai querer saber algumas coisas sobre o passado do pretendente, não é? Vai que ele tem um passado nazista!!

Assista uma aula sobre Totalitarismo (Fascismo Italiano, República de Weimar e Nazismo).

Se esse passado for vazio de relacionamentos, melhor ainda.

 

3. Está tudo bem em ser um stalker

Na História, quando queremos saber informação sobre determinado evento ou personagem, analisamos discussões historiográficas (a opinião dos especialistas) ou buscamos fontes primárias. Nos relacionamentos fazemos basicamente a mesma coisa coletando informação a partir da opinião de pessoas próximas do pretendente ou indo direto à fonte, utilizando uma prática infalível, o stalking!

Assista uma aula sobre Guerra Fria.

A gente sabe que você está morreeeeendo de vontade de stalkear. Vai em frente!

 

4. Seja adepto do Relativismo

Um dos principais aspectos da História é a valorização da alteridade e, para fazer isso dar certo, o princípio básico é tentar enxergar as situações a partir do olhar do outro e evitar julgamentos. Afinal, só assim podemos entender o porquê de alguém do século XVIII preferir panos a vinhos, como ficou acordado pelo Tratado de Methuen.

Por isso, um eventual atraso do seu namorado não deve ser respondido imediatamente com sete pedras, primeiro os motivos devem ser ouvidos (o que não quer dizer que as pedras não poderão ser atiradas, posteriormente).

Assista uma aula sobre o Tratado de Methuen.

Expectativa: ouvirei o que ele tem para falar até o fim. Realidade: “VOCÊ MENTIU!”.

 

5. Resolvendo conflitos

Cuidado! Caso o seu namoro comece a acumular pequenos conflitos mal-resolvidos, pode acabar se tornando uma guerra mundial! Opte pelas DR’s! Recorra sempre às soluções diplomáticas ou as consequências poderão ser catastróficas! Ou você acha que durante o famosos 13 dias que abalaram o mundo não houve muita diplomacia para que não houvesse uma guerra nuclear?

Assista uma aula sobre a Bipolaridade Mundial.

Briga. E faz as pazes depois.