• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Entenda a Expansão Marítima e o importante papel de Portugal nessa história toda

Olá, gente linda! Nós já falamos sobre a expansão marítima no nosso último resumo, então hoje vamos descobrir o porquê Portugal foi pioneira nessa história toda. A Europa, entre os séculos XV e XVII “viveu” o que nós chamamos de Expansão Marítima, na qual os lusos foram pioneiros. Mas, antes disso a Europa passou por uma crise no século XIV com a fome (1315), causada por um desequilíbrio ecológico, esgotamento do solo e grande volume de desmatamento, o que abalou a produção. Já em 1348, a Europa foi assolada pela peste, que teve sua origem na China (por volta de 1346). Essa doença matou uma média de um terço da população europeia.

A Europa adentrou o século XV com queda no consumo e problemas agrícolas, devido à crise anterior. Para que o consumo fosse retomado eram necessários novos locais de abastecimento para o mercado europeu. Como a saída conhecida pelo Mar Mediterrâneo já estava basicamente monopolizada por Veneza e Gênova, buscar produtos através dessa rota não era vantajoso devido à alta cobrança de impostos. Os europeus precisavam então de rotas alternativas para abastecimento de seu mercado interno. Isso deu, então, incentivo para que os países se lançassem ao mar em busca de novas rotas comerciais para resolver a crise interna do mercado europeu.

O que Portugal tem a ver com a Expansão Marítima?

A expansão se deu pelas seguintes razões: a busca por áreas para expansão da fé católica, busca por rotas alternativas ao Mediterrâneo, busca por áreas fornecedoras de gêneros agrícolas e riquezas minerais, além de busca de áreas compradoras de manufaturas, ou seja, mercado consumidor.

Foi apenas no ano de 1139 que Portugal expulsou os muçulmanos e se centralizou à frente da casa real de Borgonha, com D. Afonso Henriques. Portugal foi país pioneiro na expansão marítima devido a alguns fatores, incluindo sua centralização “precoce”, já que foi o primeiro a tornar-se Estado Nacional. A posição portuguesa favorável, de frente ao mar, foi uma das grandes razões para seu pioneirismo. Além disso. Em 1383/85 houve a chegada ao poder da dinastia de Avis, uma dinastia burguesa, que passou a estimular a expansão.

O que Portugal tem a ver com a Expansão Marítima?

Sua estabilidade política também foi de grande ajuda e influência, devido à ausência de guerras, já que em 1275 os mouros já haviam sido “completamente” expulsos de Portugal. O conhecimento das técnicas náuticas através do contato com os mouros foi de grande importância. Devido, então, a esses fatores, Portugal foi pioneira da expansão marítima que alcançaria ainda outros Estados europeus.

E aí, o que achou do resumo? Gostou? Teve alguma dúvida? Deixa seu comentário para nós aqui em baixo! Beijos históricos.