• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Centro Histórico do Rio de Janeiro – Continuação

Olá, meus nerds queridos! :D

E aí, curtiram o final de semana? Espero que tenham relaxado bastante para começarem essa semana bem dispostos a adquirir novos conhecimentos, e assim ficarem ainda mais preparados para o Enem e outros vestibulares.

Vamos continuar falando sobre o Centro Histórico do Rio de Janeiro. Na primeira parte, abordamos a história dessa região e também os diversos processos de revitalização que o local vem sofrendo visando a sua valorização e restauração. Agora, na segunda e última parte, falaremos sobre diversos aspectos do Centro do Rio, desde a geografia até o âmbito cultural.

E aí, preparados? Vamos lá! 😀

– Geografia:

O Centro do Rio de Janeiro é vizinho a bairros como a Saúde, Gamboa, Santo Cristo, Cidade Nova, Catumbi, Glória e Santa Teresa. Abriga a renomada estação da Central do Brasil, a Praça XV, e famosas avenidas como a Presidente Vargas, responsável por ligar a zona norte a zona sul da cidade.

Possui diversas subdivisões, como o Castelo (localizado no local onde ficava o Morro do Castelo, demolido no início do século XX), a Cinelândia (que possui esse nome devido a quantidade de cinemas que lá existiam) e também a famosa Lapa, conhecida pela sua vocação boêmia.

– Economia:

O Centro do Rio possui ativo mercado imobiliário, atrações turísticas, excelente gastronomia e ótimas opções para quem gosta de comprar, seja em lojas de rua, como o comércio popular do Saara e o camelôdromo da Uruguaiana, ou em centros comerciais, como é o caso dos shoppings da Avenida Central e Paço do Ouvidor. É também sede de grandes empresas e bancos nacionais, como a Petrobrás, Vale do Rio Doce, Embratel, Eletrobrás e o BNDES.

– Educação:

No Centro do Rio também é possível localizar uma grande quantidade de universidades, algumas delas bastante renomadas, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), segunda melhor faculdade pública do país, que tem na região a sede dos seus cursos de Direito, Filosofia e Ciências Sociais, História e Música. Além da UFRJ, o Centro também abriga algumas outras faculdades particulares, como a Estácio de Sá.

– Cultura e Patrimônio:

Ainda no Centro do Rio de Janeiro, localizam-se alguns monumentos e edifícios famosos, como o Teatro Municipal, o Chafariz do Mestre Valentim, o Palácio Tiradentes, o Palácio Duque de Caxias, a Biblioteca Nacional do Brasil (inaugurada por Dom João VI) e tantos outros que possuem enorme destaque na bela paisagem histórica, cultural e arquitetônica do Rio.

É, de fato, um bairro de grande valorização no âmbito do turismo, principalmente para os que tem o interesse em saber mais sobre o Brasil Colônia e o período Imperial. Na região, ficam também o Paço Imperial e o Convento do Carmo, que é a única edificação na América onde faleceu uma monarca da Europa, a rainha de Portugal, Dona Maria I.

Além das antiguidades, o Centro também contêm algumas preciosidades do modernismo, como o Palácio Capanema, projetado e idealizado por Oscar Niemeyer e Lúcio Costa, e que possui azulejos e detalhes interiores de Cândido Portinari.

*

E aí, galera, descomplicou? Espero que tenham gostado! Quero ver as dúvidas de todo mundo aqui nos comentários, ok? :D

Uma ótima semana e bons estudos! :D