• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Descubra o que a Giovana (do forninho) e o Muro de Berlim têm em comum

1. Desenvoltura e confiança

Assim como a Giovana estava toda confiante dançando, o Governo da União Soviética acreditava que um muro construído em torno de Berlim seria o suficiente para impedir que as pessoas passassem do lado comunista para o capitalista.

Giovana esbanjando desenvoltura.

 

2. Solidariedade

A prima da Giovana chama a mãe para ajudar enquanto em Berlim as pessoas tentavam a todo custo burlar o sistema que separava as duas Alemanhas apesar da vigilância, violência e do risco de ser pego ou ainda morrer tentando escapar.

As potências dividindo o “bolo”

 

 

3. As diferenças entre os lados

Repare como é arrumado, bonito, colorido o lado em que a Giovana dança comparado com a outra parte da casa à direita.

Essa diferença também ocorria em Berlim porque o lado soviético ou oriental tinha outras prioridades em nível de desenvolvimento enquanto o lado capitalista/ocidental recebeu uma explosão de investimentos estrangeiros e a Alemanha Ocidental passou a funcionar como uma espécie de “vitrine capitalista” sendo mais moderna.

 

Berlim x Berlim

Berlim à noite: Você pode perceber claramente os dois lados do muro por causa dos diferentes tipos de lâmpadas utilizados no lado Ocidental e Oriental.

 

 

4. No ritmo da desagregação: A queda

No caso da Giovana, a física explica o motivo da quedaJá para o caso de Berlim as coisas são um pouco mais complicadas… Essa divisão foi completamente arbitrária, não respeitando casas, famílias ficaram anos sem poder se falar, com as pessoas sem liberdade para circular livremente. O muro, maior símbolo da Guerra Fria, mostrou também que o comunismo já estava ficando desgastado e a queda do muro de Berlim em 9 de novembro de 1989, após 28 anos comprovou isso.

 

O reencontro das Alemanhas.

 

Curtiu a lista? Segura esse forninho!