• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Gênero Textual: Conto

Olá!

Muitos vestibulares no Brasil não pedem a Dissertação Argumentativa como proposta de redação. Algumas bancas, como a UFG, pede tipos textuais pouco trabalhados, como editorial, a carta aberta e o conto. Vamos lembrar as características de cada um deles?

Esse post é muito importante pro pessoal que vai fazer a prova da UFF no próximo dia 18! Vou falar sobre um tipo de texto que volta e meia cai em alguns vestibulares: o conto. Por mais que muitos pensem que basta “contar uma historinha” quando é pedido um texto de caráter narrativo, é muito mais do que isso. Existem regras específicas que devem ser seguidas na hora de fazer uma prova.

O conto é uma narrativa curta que apresenta narrador, personagens, enredo, tempo e espaço. É uma história focada em um conflito único e apresenta o desenvolvimento e a resolução desse conflito.

Há basicamente 3 tipos de narradores: o narrador-personagem, que participa ativamente da ação e narra em primeira pessoa, o narrador-observador, que narra em terceira pessoa e observa os fatos com certo distanciamento, narrando somente o que vê, e o narrador-onisciente, que também narra em terceira pessoa, mas narra, além do que os personagens fazem, o que eles sentem e pensam. Ou seja, é o narrador que conhece o inconsciente dos personagens. Sabendo disso, basta observar que tipo de narrador a banca pede, pois isso varia de prova pra prova.

Entenderam? Nos próximos posts ( post 2 ;  post 3 ) eu voltarei com mais tipos de textos pedidos pelos vestibulares do Brasil!

Até a próxima!