• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Estrutura da Dissertação – A Introdução!

Olá, pessoal!

Hoje vamos começar a falar sobre a estrutura da Dissertação Argumentativa. Já sabemos que, em vestibulares, o candidato tem em média 30 linhas para elaborar seu texto, e ele deve escrever 4 ou 5 parágrafos, dependendo da quantidade de argumentos que ele tenha pensado. De qualquer forma, o que vai variar no número de parágrafos é o desenvolvimento, mas hoje vamos tratar da primeira parte da sua Dissertação: a Introdução.

Em uma Dissertação de vestibular, só deve haver um parágrafo introdutório. Mais do que isso pode comprometer a estrutura.

Em uma redação de 30 linhas, o ideal é que os parágrafos sejam minimamente equilibrados, logo, a Introdução deve ter cerca de cinco ou seis linhas e deve servir para ambientar o leitor. Confiram a listinha das principais características de uma boa Introdução:

Contextualização do tema: mostre para o leitor sobre o que a sua redação vai tratar. Imagine que ele, o leitor-universal, não sabe nada sobre o tema proposto, e sua tarefa é apresentá-lo para ele.

Sugestão da abordagem: é interessante, no final da Introdução, que o candidato mostre o posicionamento que ele vai defender ao longo da redação. Mas atenção: você não deve começar a argumentar logo na Introdução! Guarde seus argumentos para o desenvolvimento, e use este parágrafo apenas para sugerir sua tese e ambientar o leitor.

Uma Introdução com traços argumentativos pode comprometer a estrutura da Dissertação. A Introdução deve revelar somente o necessário e deixar o leitor curioso, com vontade de seguir com a leitura.

No próximo post, voltarei analisando o parágrafo introdutório da última redação pronta postada aqui.

Até a próxima!