• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

E 2012 ESTÁ CHEGANDO… (REFORMA ORTOGRÁFICA 1)

Calma, galera! Vocês não estão no blog errado e este não é um post sobre o fim do mundo. Este é, na verdade, o primeiro de uma sequência de posts que tem como objetivo descomplicar as principais mudanças que a Reforma Ortográfica propõe!

Mas, e por que esse título?

Porque 2012 é o fim do prazo que nos foi dado para a adaptação com a nova ortografia.

E como muita gente ainda tem muitas dúvidas nesse assunto, vem que a gente descomplica!

Antes de começarmos a entender as novas regras, vale a pena relembrar a importância dessa reforma ortográfica para o Brasil e para todos os países da CLP (Comunidade dos países de Língua Portuguesa).

O acordo vai unificar a ortografia entre os países que possuem o Português como língua oficial, facilitando assim, a comunicação escrita entre os mesmos.

As principais mudanças que nós, brasileiros, teremos que adotar estão relacionadas

* à extinção do trema

* à acentuação de algumas palavras

* ao emprego do hífen

Vamos começar a “descomplicação” pela extinção do trema!

O trema passa a não existir mais na Língua Portuguesa. Assim, passamos a escrever: cinquenta, consequência, linguiça.

Entretanto, o trema continua a ser empregado em nomes próprios e seus derivados.

Exemplo: Müller – mülleriano

Aguardem o próximo post sobre as novas regras de acentuação. 🙂