• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Atualidades: Donald Trump, o novo presidente dos EUA

trump_flicker_face_yess

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos da América

Donald Trump está em alta nos noticiários desde 2016. Como você deve saber, isso se deve ao fato de que ele mandou ver na corrida presidencial e conquistou seu lugar, representando o Partido Republicano, como o mais novo presidente dos Estados Unidos da América.

Seus planos para o país são polêmicos: construir um muro que separa o México dos EUA, negar a entrada de muçulmanos no país, cortar as verbas para o Obamacare – fundo que levou acesso ao seguro de saúde para 20 milhões de pessoas – e ele não para. O cara está on fire.

Mas o que todas essas medidas que o Trump está tomando significa de fato para o povo americano e para a política global? Veja uma lista das coisas que o presidente já fez desde que assumiu a Casa Branca:

 

20 de janeiro de 2017

Neste dia histórico, o presidente tomou posse oficialmente na frente do prédio do Congresso americano;

donald-trump-posse-usa-20170120-0017

Posse de Donald Trump (Fonte: Veja.com)

 Também neste dia, o presidente Trump e sua família saíram às ruas de Washington para a famosa caminhada à Casa Branca;

Presidente Trump assinou uma de suas primeiras Ordens Executivas pedindo ao seu Congresso para iniciar a eliminação do programa Obamacare, fundo que levou acesso ao seguro de saúde para 20 milhões de pessoas.

 

21 de janeiro de 2017

Presidente Trump visitou os escritórios da CIA – Agência de Inteligência dos Estados Unidos, para demonstrar seu desejo de manter forte o relacionamento entre esta agência e a Casa Branca. Durante esta reunião, o presidente mais uma vez afirmou que irá derrotar o terrorismo islâmico.

 

22 de janeiro de 2017

Presidente Trump, conforme prometido, teve sua primeira conversa com o ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, o qual aceitou seu convite para visitar os EUA breve. Os EUA demonstram a ideia de intervir mais diretamente na questão Israel x Palestina.

 

23 de janeiro de 2017

Neste dia, o presidente Trump assinou várias Ordens Executivas, entre elas:

  1. A retirada dos EUA do Pacto TPP – Trans Pacific Partnership – um programa que Trump considera péssimo para o futuro do país – com isso, o presidente vai contra as ideia da globalização e abre caminho para atuação chinesa (que já disse estar pronta para assumir a ponta da economia mundial);
  2. Congelamento de novos empregos federais, com exceção das Forças Armadas e do Department of Homeland Security;
  3.  Iniciou o mandato proibindo dinheiro federal para pagar serviços de aborto em outros países.

 

24 de janeiro de 2017

Assinou Ordem Executiva iniciando a construção dos oleodutos Keyston XL e Dakota Access Pipelines, projeto já iniciado e paralisado pelo presidente Obama devido ao enorme custo ambiental do projeto. Trump pediu que este projeto fosse agilizado e que a matéria-prima (aço) deve ser somente americana – uma medida protecionista.

 

25 de janeiro de 2017

O presidente americano, Donald Trump, assina ordem executiva (Fonte: Istoé)

O presidente americano, Donald Trump, assina Ordens Executivas, entre elas a que permite a construção do muro entre EUA e México (Fonte: Istoé)

Trump assinou várias Ordens Executivas referentes às leis de imigração, entre elas:

  1. A construção do muro entre a fronteira dos EUA e México;
  2. Cancelamento de fundos federais para cidades-santuário que se recusarem a seguir as leis federais de Imigração;
  3.  Criação de mais de 10 mil empregos, entre eles, oficiais de imigração, juízes de imigração e agentes de imigração para manter a fronteira;
  4. Seguir ao pé da letra as leis de imigração vigentes nos EUA;
  5. Eliminar o famoso “Catch and Release” – quando imigrantes são detidos entrando pela fronteira, são pegos, processados e soltos com ordens de comparecerem perante um juiz, em liberdade. Pessoas pegas na fronteira serão processadas, detidas, mas devolvidas ao seu país de origem;
  6. Implementar sistema de impressões digitais nos aeroportos controlando todas entradas e saídas nos EUA;
  7.  Uma alta na entrada de pessoas de certos países muçulmanos que possam ter um vínculo com terrorismo, como Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão e Iêmen.
  8. Por último, o presidente afirmou que não será necessário implementar leis de imigração, somente seguir as leis atuais e em vigor nos EUA.
  9. Construção de novos locais de detenção na fronteira;
  10. Deportações de imigrantes criminais nos EUA.

 

Como deu pra ver nesses poucos dias de presidente Donald Trump, uma série de medidas estão sendo tomadas para incentivar a indústria e as empresas americanas. Isso aumenta as barreiras protecionistas, criando possíveis lacunas no mercado mundial.

Esse caminho contrário a integração global não será tomado por todos, o mundo vai se adaptar. A China já pronunciou estar pronta para assumir o posto de maior economia e abastecer o mercado mundial. Até onde os EUA conseguem determinar as regras do mundo? Vamos descobrir.

E aí, o que você acha dessas medida já tomadas por Trump? Conta pra gente aqui nos comentários!