• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

[Sofrimento] O que o dólar de hoje tem a ver com o de 2002?

Imagens de dor e sofrimento: o dólar ultrapassa os R$ 4.

Fonte: How to learne English.

Fonte: How to learne English.

Pensando em passar as férias no exterior? Pense duas. Se não conseguir pensar em nada fora do comum, você não deve ter dado muita atenção aos noticiários ultimamente. Assim como o Gus de “A Culpa É Das Estrelas”, o dólar está numa montanha russa que só vai para cima!

Nesta terça-feira, 22, o dólar comercial, que serve de referência nas operações de comércio internacional, atingiu sua maior cotação desde a criação do Plano Real: R$ 4,056 para compra e a R$ 4,058 para venda. Se o câmbio encerrar nestes valores, quebrará o recorde anterior, de R$ 3,990, atingido em 2002, ainda sob o governo de Fernando Henrique Cardoso.

dólar

Antes de mais nada, vamos lembrar um pouquinho sobre a história do real. A moeda foi implementada em 1994 por FHC, na época o Ministro da Fazenda do governo de Itamar Franco, no chamado Plano Real. A ideia era adotar uma moeda que “consertasse” a economia, que, após longas crises desde o fim do Milagre Econômico, tinha sofrido duros golpes. Algumas propostas do Plano Real:

  • Paridade no valor do dólar e real, ou seja, 1 dólar valia exatamente 1 real;
  • Atração de capital especulativo internacional;
  • Corte de gastos públicos;
  • Privatizações;
  • Recuperação da Receita.

O Plano foi tão bem sucedido que ajudou a eleger FHC como presidente do Brasil. Sabemos, entretanto, que a situação não continuou assim por muito tempo. Ao fim do segundo governo de FHC, na entrada dos anos 2000, a economia brasileira passava por outra crise: o dólar atingia o exorbitante valor de R$ 3,99 e a inflação galopante passava dos 12,5% em 2002; o desemprego estava em alta e o mercado, inóspito – situação mais ou menos parecida com a que vivemos hoje.

dolár

Fonte: Conversa Afiada.

Hoje, além da alta do dólar, nossas bolsas operam em queda. As ações da Petrobras registram queda de aproximadamente 6%, enquanto a Vale recua cerca de 3,5%. O Banco do Brasil, o Bradesco e o Itaú Unibanco operam em baixa de quase 2%.

É, amigos, a situação não está nada fácil para os brasileiros, mas se engana quem pensa que estamos sozinhos nessa. Bolsas internacionais operam em queda: segundo o jornal O Globo, o índice de referência da Europa, o Euro Stoxx, “opera em baixa de 3,31%, enquanto a Bolsa de Londres recua 2,49%. Em Paris, o pregão tem baixa de 3,53%, enquanto a Bolsa de Frankfurt recua 3,33%. Em Wall Street, o Dow Jones recua 1,63%, enquanto o S&P 500 tem baixa de 1,54%.”

Fontes: 10 acontecimentos marcantes dos anos 90 que você tem que saber para o vestibular e O Globo.

JÁ DEU UMA OLHADA NA NOSSA PÁGINA DO GABARITO ENEM 2015? CLIQUE AQUI E CONFIRA!