• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Atualidades: O Estado Islâmico

Após os atentados de 11 de setembro, o discurso da guerra ao terror ganhou eco nos principais espaços políticos nacionais e transnacionais. A invasão do Iraque pelos Estados Unidos, que culminou na execução de Saddam Hussein, desmantelou o Estado do Iraque, o que é apontado por muitos especialistas como uma das causas para o aparecimento do grupo terrorista Estado Islâmico. Com o vácuo de poder, o grupo terrorista logo se apropriou do território Iraquiano, utilizando as reservas de água e petróleo para financiar os atos de terror e o seu projeto de novo califado, através de uma Jihad contra o mundo ocidental. Contudo, é muito importante fazer a seguinte ressalva: o islamismo é uma religião como qualquer outra, e o terrorismo uma prática que utiliza o discurso religioso para se legitimar, religião ou ideologia alguma estão a salvo da sua utilização por grupos radicais para diversos fins.

Vamos conferir quatro notícias, de quatro fontes diferentes, sobre o assunto? Assim, você pode explorar diferentes pontos de vista sobre o tema e dissertar sobre ele com facilidade no vestibular!

 

1. UOL Notícias

Desvendando o Estado Islâmico

uol-notícias-estado-islamico“Desde o início de sua ofensiva, em 9 de junho deste ano, o grupo jihadista Estado Islâmico avançou de forma exponencial. Beneficiados pela fraqueza e sectarismo do Estado Iraquiano e pela guerra civil síria, os radicais ganharam reforços e conquistaram novos terrítorios, propagaram o terror a partir da dizimação de minorias étinicas e chocaram o mundo com a execução de vítimas inocentes. […]”

Leia o artigo na íntegra: Desvendando o Estado Islâmico

 

2. BBC Brasil

Seis gráficos explicam guerra contra ‘Estado Islâmico’

“A coalizão, liderada pelos Estados Unidos e com a participação de cerca de 60 países, iniciou seus ataques aéreos a alvos do grupo no Iraque em 8 de agosto de 2014. Posições na Síria começaram a ser atingidas em setembro.O objetivo é enfraquecer e, consequentemente, destruir o grupo.Apesar da operação, o ‘Estado Islâmico’ conseguiu tomar uma represa numa região ao norte de Bagdá no domingo, e divulgou um vídeo mostrando a decapitação de cristãos coptas egípcios – uma nova frente no conflito.[…]”

Leia o artigo na íntegra: Seis gráficos explicam guerra contra o ‘Estado Islâmico’ 

3. El País

Triunfo jihadista

“[…]A expansão do EI não é uma exótica guerra oriental que pode ser contemplada com curiosidade pelo Ocidente. É uma ameaça real que já atuou na e contra a Europa. Cada vitória jihadista motiva milhares de pessoas que – por diferentes razões – podem sucumbir à fascinação de uma mensagem de violência que, na prática, até agora vem demonstrando seu sucesso. Se o EI destruir Palmira de nada servirão os lamentos; tampouco serviram para salvar Nínive e Nimrud ou os prisioneiros decapitados e crucificados. Palavras são importantes, mas não são suficientes.”

Leia o artigo na íntegra: Triunfo jihadista

 

4. G1

Estado Islâmico divulga vídeo em que refém na Síria cava a própria cova


“[…]Recentemente o EI ampliou sua área de influência na Síria. Tomou controle de postos da fronteira com o Iraque, onde também domina importantes áreas, e da cidade histórica de Palmira, a 215 km de Damasco.A localidade abriga instalações militares modernas e está numa estrada desértica que liga a capital, Damasco, às províncias do leste sírio, a maioria sob comando dos rebeldes.Nesta quarta, o grupo matou 20 homens no antigo anfiteatro da cidade, que faz parte das ruínas de 2.000 anos da cidade que são um patrimônio mundial da Unesco.[…]”

Leia o artigo na íntegra: Estados Islâmico divulga vídeo em que refém na Síria cava a própria cova.”

 

Uma dose de Atualidades

Quer testar os seus conhecimentos sobre Estado Islâmico e ver se você está realmente afiado para o vestibular? Junte-se ao professor Hansen, responda uma questão sobre o assunto e divirta-se com o seu prêmio pela resposta correta!