• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Atualidades: Boko Haram

Atualidades: Boko Haram

Atualidades: Boko Haram

O mundo contemporâneo enfrenta diversos conflitos relacionados a grupos terroristas. O Boko Haram é mais um desses grupos. Utilizando a retórica religiosa para legitimar a guerra, o terror e o controle territorial marcham acumulando vitórias e espalhando problemas na África Subsaariana, mais precisamente em parte da Nigéria, onde controla porção do território. A seguir, confira quatro notícias que vão te ajudar a contextualizar a participação do Boko Haram no cenário político e terrorista (vai que cai no vestibular!):

 

1. BBC Brasil

Sequestro na Nigéria: saiba mais sobre o Boko Haram

 

maxresdefault

“Além de sequestros, ele também realiza, desde sua fundação no norte do país em 2002, atentados e assassinatos. Seus integrantes seguem a seguinte frase do Alcorão, o livro sagrado dos mulçumanos: ‘Qualquer um que não é governado pelo que Deus revelou está entre os transgressores’.
O Boko Haram prega uma versão do Islã que proíbe que os muçulmanos tomem parte em qualquer atividade política ou social relacionada com a sociedade ocidental. Isso inclui votar em eleições, vestir camisas e calças ou receber uma educação secular. […]”

Leia o artigo na íntegra: Sequestro na Nigéria: saiba mais sobre o Boko Haram

 

2. Folha de São Paulo

Boko Haram reivindica sequestro na Nigéria e ameaça vender meninas

 

3. Carta Capital

Boko Haram, de seita extremista a grupo armado

“O grupo islamita Boko Haram, autor do recente massacre e destruição em massa das cidades de Baga e Doron Baga, nasceu de uma seita extremistas que pouco a pouco se transformou em movimento armado, realizando atentados e conquistando territórios.Boko Haram significa “a educação ocidental é pecado” em haussa, a língua mais falada no norte da Nigéria. Mas o grupo prefere ser chamado de Jama’atu Ahlis Sunna Lidda’awati wal-Jihad (Grupo pela Pregação e Jihad). Pregando um Islã radical e rigoroso, Mohammed Yussuf, o fundador, acusava os valores ocidentais instaurados pelos colonizadores britânicos, de serem a fonte todos os males sofridos pelo país.Também atraiu a juventude de Maiduguri, capital do estado de Borno, com um discurso agressivo contra o governo nigeriano corrupto.”

Leia o artigo na íntegra: Boko Haram, de seita extremista a grupo armado

 

4. New York Times, por UOL Notícias

Meu governo vai deter o Boko Haram, diz presidente eleito da Nigéria

carta-capital-boko-haram

Nigerianos pedem a libertação das estudantes raptadas por membros do grupo radical islamico no vilarejo de Chibok, em Asokoro, Abuja, nesta terça-feira (13). Aviões norte-americanos sobrevoam áreas remotas do nordeste da Nigéria como parte de uma caçada internacional pelas 200 garotas sequestradas há um mês pelo grupo (Reprodução/UOL)

“Quando o Boko Haram atacou uma escola na cidade de Chibok, no nordeste da Nigéria, sequestrando mais de 200 meninas, na noite de 14 de abril de 2014, a população do meu país ficou horrorizada. Por todo o mundo, milhões de pessoas se juntaram na pergunta: como foi possível esse grupo terrorista agir com tamanha impunidade? Foi preciso quase duas semanas para que o governo ao menos comentasse sobre o crime. […]”

Leia o artigo na íntegra: Meu governo vai deter o Boko Haram, diz presidente eleito da Nigéria

 

Uma dose de Atualidades

Quer testar os seus conhecimentos sobre Boko Haram e ver se você está realmente afiado para o vestibular? Junte-se ao professor Hansen, responda uma questão sobre o assunto e divirta-se com o seu prêmio pela resposta correta! Toda quinta-feira tem um episódio novo do “Uma dose de Atualidades”, lá no nosso canal do YouTube. Anote na agenda para não esquecer! 🙂