• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

As funções da linguagem em prática

Oi, gente!

Tudo bem?!

Pelo vídeo do programa Observatório da Imprensa que eu trouxe para vocês no último post, podemos analisar como a linguagem é trabalhada com um objetivo.

Vocês devem saber que esse programa é um veículo jornalístico preocupado em analisar de forma crítica as notícias expostas pela mídia. Dessa forma, podemos perceber a função metalinguística em ação, já que um meio de comunicação jornalístico questione e discute as informações veiculadas pelos próprios meios de comunicação.

Por se tratar de um texto com linguagem objetiva e denotativa, o programa é construído também com a função referencial, uma vez que objetiva transmitir a mensagem, informar o conteúdo de forma clara e objetiva.

Muitas pessoas me perguntaram se há no vídeo, além das funções metalinguística e referencial, a função apelativa. É necessário ter cautela ao responder essa pergunta, porque a função apelativa é muito associada à publicidade cujo objetivo é convencer o receptor, utilizando, para isso, verbos no modo imperativo e palavras bem selecionadas. Isso não há no Observatório da imprensa, como se pode ver no vídeo. Entretanto, se considerarmos o desejo do programa de ampliar ou, até mesmo, despertar um olhar crítico de quem o assiste podendo promover uma mudança na postura desse telespectador, há uma consideração pelo elemento da comunicação – receptor.

A identificação das funções da linguagem nos permite perceber a intenção do mundo informativo em que estamos inseridos.

Até mais!