• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Alunos acham prova da UERJ mais difícil

Oi gente! Já conferiram o gabarito do primeiro Exame de Qualificação da UERJ?

O que vocês acharam do primeiro desafio do ano?

Uma das primeiras a sair da prova do vestibular 2012 da UERJ neste domingo (12), a jovem Daniela Herig, de 16 anos, fez o exame em menos de duas horas:

– Estudei refazendo as questões da prova anterior e achei essa mais difícil. Química foi a que me deu mais trabalho, mas quem estudou era só prestar atenção – comenta.

Ela fez a prova apenas como treineira, já que ainda não concluiu o ensino médio. Daniela também pretende fazer o ENEM 2011.

– Vou treinar o quanto conseguir. Isso ajuda a perder o nervosismo e a me ambientar o tipo de questões de cada concurso – explica.

Já para Daniel Oliveira, 18 anos, que está tentando uma vaga na UERJ pela segunda vez, as questões de literatura eram as que tinham o grau de dificuldade maior.

– No ano passado, a prova tava muito mais fácil que essa. Acho que não devo ter tirado uma boa nota devido a isso – diz.

Quem não obtiver uma boa nota neste domingo, terá uma outra chance, na segunda prova da primeira fase, em 11 de setembro. A segunda e última fase do processo seletivo acontece em 4 de dezembro. O resultado do exame deste domingo será divulgado no dia 21 de junho. Veja o calendário.

A prova deste domingo teve 60 questões de múltipla escolha divididas em três áreas: linguagens e códigos; ciências da natureza e matemática; e ciências humanas.

Os portões do campus da UERJ, no Maracanã – um dos locais de maior concentração de estudantes – foram fechados às 9h10, com 10 minutos de tolerância aos atrasados. Não houve, entretanto, registro de atrasos.Às 8h45, a maioria dos candidatos já estava em sala de aula esperando o início. A prova termina às 13h.

Era grande o número de casais que foram fazer o concurso. Muitos namorados esperavam suas companheiras do lado de fora, como Tales de Abreu Alves, de 18 anos, que veio acompanhando a namorada. Ela faz a prova pela primeira vez.

– Ela está em ritmo de provas. Por isso vamos comemorar o Dia dos Namorados com um almoço. À noite não vamos fazer nada, porque tem de estudar – diz Tales que compreende a difícil vida de um vestibulando.

Marina Santana e João Henrique Concha, namorados há 2 anos, comemoraram na sexta-feira.

– Foi um ano de muito estudo, mas a gente se ajuda muito. Ele me ensina matemática e eu ajudo ele em português – explicou Marina.

(via OGlobo Online)