• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

A coletânea de textos: uma importante aliada.

Olá! Estou de volta para mais uma dica do maravilhoso mundo das Redações de Vestibular! E continuemos falando sobre o ENEM. Seguindo sempre este blog, até o dia do exame você terá muitas informações relevantes para realizar uma excelente prova.

Hoje vou falar sobre o uso da coletânea de textos. Mais do que um facilitador, mais do que sugestões de idéias, mais do que uma luz no fim do túnel, a coletânea está ali para ser utilizada de modo inteligente, principalmente no ENEM. A banca examinadora espera, sim, que você relacione o seu ponto de vista pessoal aos fatos, opiniões e argumentos oferecidos nela. Lembre-se de que a idéia é demonstrar o seu senso de cidadania e responsabilidade social, e isso quer dizer, também, que você sabe dialogar, relacionar fatos, traçar paralelos entre diferentes idéias e, por fim, afirmar o que você pensa sobre o assunto.

Mas tenha bastante cuidado! Quando disse para usar a coletânea de modo inteligente, isso quer dizer que cópias são proibidas! Você não será avaliado pela sua capacidade de copiar fragmentos dos textos apresentados. A banca está interessada em como você utiliza esses mesmos textos para reforçar a sua tese. Portanto, procure ir passo a passo. Leia os textos apresentados e sublinhe as idéias que você julga mais interessantes, sendo para concordar com elas ou discordar delas.  Depois, use essas informações de modo reflexivo, para incrementar os seus argumentos, corroborar com eles. Baseie-se no que você separou, mostre que você entendeu o que foi apresentado, mas que tem sua própria opinião sobre o assunto proposto. Ao finalizar esse cruzamento de informações, opiniões e argumentos, você estará pronto para redigir seu texto argumentativo.

Portanto, não se esqueça: não copie a coletânea, e procure não fazer referências diretas a ela, do tipo “Como consta na coletânea…”. Arme um diálogo entre as suas idéias e as idéias apresentadas. É claro que tudo isso passa, também, pelo entendimento do tema proposto, mas isso é assunto para um próximo post.

Até lá! E bons estudos!