Exercícios: A República Democrática no Brasil – De Dutra à JK

20/07/2016 Larissa Coelho

Leia o resumo “A República Democrática no Brasil: De Dutra à JK” e responda as questões abaixo.

1. (Fuvest) Em 1947, o Partido Comunista foi colocado na ilegalidade no Brasil. Esta decisão se explica basicamente

a) pela bipartição do mundo em blocos antagônicos, consequência da guerra fria.

b) pela linha insurrecional dos comunistas que pretendiam iniciar uma revolução a curto prazo.

c) por ser o Partido Comunista frágil e destituído de expressão social.

d) por um acordo partidário firmado pela UDN, o PSD e o PTB.

e) pelo desejo de acalmar as Forças Armadas que ameaçavam interromper o jogo democrático.

 

2. (Uece) O período imediatamente anterior ao golpe de 64 foi de intensas movimentações sociais e manifestações públicas. Sobre as “passeatas” que ocorreram durante este período, pode-se dizer corretamente:

a) não só a “esquerda” se movimentou, mas também outros setores manifestaram-se publicamente, como as “Marchas da Família com Deus pela Liberdade” organizadas por grupos conservadores contra o governo de João Goulart.

b) foram monopolizadas pelas organizações comunistas lideradas pelo Partido Comunista do Brasil para derrubar o governo populista de João Goulart e impedir a efetivação das reformas de base.

c) as manifestações de rua foram intensamente reprimidas pelas organizações de soldados e marinheiros que se formaram para defender o governo e a hierarquia militar ameaçada pelos comunistas.

d) as passeatas aconteceram somente em São Paulo e Belo Horizonte, refletindo o descontentamento destas cidades para com o governo centralizador de Juscelino Kubitschek.

e) A passeata dos 100 mil foi uma movimentação de jovens que reivindicavam a manutenção da democracia e tentaram impedir a tomada do poder pelos militares.

 

3. (Mackenzie) “Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte ( … ). ” O trecho acima está relacionado aos acontecimentos de 24 de agosto de 1954, que culminaram:

a) na morte do recém eleito Presidente Tancredo Neves, em função de graves problemas de saúde.

b) no fim do período populista, com a queda do Presidente João Goulart.

c) no afastamento do Presidente Costa e Silva, devido a problemas de saúde e o impedimento do Vice-Presidente civil Pedro Aleixo.

d) na renúncia do Presidente Jânio Quadros, gerada pela oposição da UDN à política externa independente.

e) no suicídio do Presidente Getúlio Vargas, pressionado por setores conservadores e grupos internacionais.

 

Gabarito 

1. A

Comentários: Letra A – O mundo pós Guerra Fria pressionou o Brasil a escolher um lado. O Brasi, então, se alinhou aos EUA e pôs o PCB na ilegalidade. Letra B – Pelo contrário: os comunistas no Brasil pretendiam fazer uma revolução gradual, sem pretensão insurrecional. Letra C – Foi justamente a expressão social e a força do partido comunista que fizeram com que ele fosse posto na ilegalidade. Letra D -Em nenhum momento estes partidos se uniram contra o PCB. Letra E – As forças armadas só passaram a ser uma real ameaça no governo de Vargas, que “atrasou” o golpe civil-militar com seu suicídio.

2. A

Comentários: Letra A – Após o Comício na Central do Brasil,  no qual apoia claramente reformas de base para o país, Jango é taxado de comunista por seus opositores. Em resposta ao Comício, paulistas vão às ruas na Marcha da Família com Deus pela Liberdade, pedindo intervenção militar e defendendo a propriedade privada e a família tradicional. Letra B – Os comunistas queriam justamente o oposto: eles aspiravam que as reformas de base fossem concretizadas. Letra C – Pelo contrário: os militares estavam do lado dos que se manifestavam contra o governo, principalmente depois de Jango conceder perdão para um motim de marinheiros, sendo acusado de passar por cima da hierarquia militar. Letra D – O governo à época não era de Juscelino e sim de João Goulart. Letra E – Ao contrário do que diz a alternativa, a passeata pedia a intervenção militar no país.

3. E

Comentários: Letra A – Tancredo foi eleito após a ditadura civil militar brasileira, em 1985, o ano em que morreu. Letra B – A queda de Jango foi apenas em 1964, dez anos depois do trecho acima. Letra C – O presidente Costa e Silva governou apenas de 1967 à 1969; o fim de seu governo foi 15 após a data do trecho acima. Letra D – A renúncia de Jânio Quadros aconteceu em 1961, 7 anos após o trecho acima. Letra E – O presidente Getúlio Vargas suicidou-se como um meio de não sofrer nenhum golpe de Estado, no ano de 1954, deixando uma carta para a população. O trecho citado na questão é da Carta de suicídio do presidente.

Larissa Coelho

Larissa Coelho escreveu 1988 artigos

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *