6 métodos de estudo para abandonar imediatamente

10/03/2017 Camila Paula

Estudar para conquistar a tão sonhada vaga na universidade não é uma tarefa simples. Entretanto, com organização, disciplina, força de vontade (e uma ajudinha do Descomplica, é claro!) você alcança seu objetivo. Para te auxiliar no processo, é preciso conhecer um pouco sobre métodos de estudo disponíveis.

Mas, hoje, não vamos falar sobre as técnicas matadoras que podem te ajudar (como mapas mentais e Pomodoro). Esse artigo foi criado para destacar os métodos de estudo que podem te prejudicar e devem ser eliminados imediatamente. Ficou curioso para saber quais são eles? É só continuar lendo o post ;)!

1 – Anotar desesperadamente tudo o que você aprendeu

Nada de sair anotando tudo o que você vê pela frente!!! Durante a aula, parece que tanta coisa é importante e, por isso, tentamos anotar o máximo possível. Porém, esse não é um método de estudo muito eficiente. Considere que nem todo tópico possui a mesma importância.

É preciso ouvir atentamente e saber identificar os principais conteúdos de cada aula. Sendo assim, procure anotar conceitos, definições, fórmulas, relações e conexões entre os conteúdos que você aprendeu.

2 – Sublinhar e destacar notas exageradamente

É mais fácil comprar um balde com tinta de marca-texto e jogar no seu livro? Se sua resposta por “sim”, é necessário cortar esse hábito agora mesmo. Um bom método de estudo é você utilizar diferentes cores para destacar os conceitos, as definições ou as ideias principais do texto.

Nesse sentido, você pode ir sublinhando apenas algumas palavras que constituem, juntas, a ideia principal do material. Quando você precisar dessa informação, não vai reler o parágrafo completo. E você ganha tempo!

3 – Reescrever sem propósito

Uma técnica de estudo bastante conhecida envolve reescrever um conteúdo, com suas palavras, para te ajudar na compreensão de uma matéria. Lembre-se: se for para reescrever uma frase só por reescrever, é mais fácil tirar uma xerox!!!

4 – Revisar ou reler o conteúdo sem critério

Após 5 minutos, você não se lembra do que acabou de ler!! Reler um texto sem critério é tão ruim quanto reescrever. Não seja um loro. O mais importante é reler e revisar os principais conceitos da matéria a partir do que você lembra. Quando tiver dúvidas, consulte seu resumo ou releia o texto que você destacou adequadamente.

5 – Ficar sem dormir para recuperar o tempo perdido (um dos mais perigosos métodos de estudo!)

Se você está igual aos zumbis de The Walking Dead, vai com calma!! Perder o sono para estudar um pouco mais pode até funcionar, na véspera da prova. Porém, não pode ser considerado um método de estudo.

Além disso, é certo de que, no dia seguinte, após o exame, a única coisa de que você vai se lembrar é de que precisa dormir muito mais. Não deixe acumular matéria e aproveite o sono para fixar as informações na memória!

6 – Estudar por muito tempo sem intervalos

Metodos de estudo para evitar: Estudar por muito tempo sem intervalos

Era uma fórmula de matemática, mas você estava pensando em como o Barry Allen se diz o homem mais rápido do mundo se sempre surge um velocista mais rápido que ele!! A concentração humana tem limites. Procure fazer pausas durante o estudo ou utilizar a famosa Técnica Pomodoro para estudar em blocos de concentração.

Uma dica de leitura bacana é essa aqui: você aprende a estudar mais em menos tempo.

E você? Sente que precisa abandonar esses (ou outros) métodos de estudo? Conte para a gente aqui nos comentários! 🙂

Camila Paula

Camila Paula escreveu 2657 artigos

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *