Descomplica Social e a democratização do acesso à educação

03/03/2020 Comunidades Descomplica

Oi, vamos juntos?  Para onde, mulher? Ok, talvez você não esteja muito animado com o ano que chega, eu entendo. Você se arrisca a fazer um planejamento mental de como vai conseguir estudar (e passar) este ano, mas sempre tem uma incerteza. É a dúvida do curso,  a quantidade de conteúdo, a dificuldade em conseguir equilibrar os pratos de cursar o último ano e se preparar para uma prova que, sabemos, é muito exaustiva. Talvez seja sua segunda, terceira ou quarta tentativa, sem nenhuma vontade de fechar a mão nessa contagem. Eu te entendo.

E entendo de verdade. Já estive no seu lugar, e não faz muito tempo. Meu ano de vestibular foi 2011 (ok, talvez faça) e era aterrorizante pensar que se não desse certo, muita coisa ia pelo ralo. Eu sou da Baixada Fluminense, nunca tive grana e sempre enxerguei em um diploma a possibilidade de melhorar um pouco essa questão financeira. Para não falar que, poxa, o curso que eu escolhi era o meu sonho. Então eu tive que me virar sozinha para fazer aquilo dar certo porque grana (já falei?), não tinha. Estudei muito, sozinha, com ajuda dos professores do colégio e vendo muito conteúdo na internet. Deu certo, e hoje eu enxergo que tive sorte. Eu vou te contar mais depois, mas essa historinha é para você dar uma respirada, confiar e ir com calma: é março.

Em 2011 não era possível, mas em 2020, ainda bem, esse processo pode ser um pouquinho mais fácil. Não é à toa que você está me lendo. Esta apresentação aqui, pra gente se conhecer, é porque o Descomplica está botando na rua (e aí, para o mundo conhecer) o Descomplica Social. É a iniciativa da empresa para você, sim, você, que se identificou com alguma partezinha deste texto, ter acesso a todo o conteúdo do Descomplica sem pagar nada. Zero reais.

Junto comigo, está um time com a importante missão de pulverizar o Descomplica Social: Raull Santiago e Buba Aguiar. Os dois são jovens de favelas do Rio de Janeiro, com conexões Brasil afora. Nós três estaremos prontos para fazer um pente-fino nas ações futuras do projeto, conectar mais pessoas e ir juntos rumo a uma sociedade com melhor educação.

Mas olha, nesse primeiro momento esse apoio é direcionado só a grupos já formados, como ONGs e pré-vestibulares comunitários. Não participa de nenhum? Vou te dar uma dica: que tal movimentar um grupo de vestibulandos no seu bairro, favela ou periferia e entrar em contato com algum coletivo ou associação de moradores da região? Entendeu? Você + amigos + coletivo local > Descomplica Social > acesso para estudar. Não precisa pagar nada. A única contrapartida é o grupo se cadastrar e metade dos alunos relacionados… estudar. Juro!

Se vocês toparem participar do Descomplica Social, vai rolar acesso a to-da biblioteca de vídeo-aulas do Descomplica, às aulas ao vivo no período da noite, aulas de Física, Química e Matemática básicas e acesso à Plataforma de Exercícios Dex. Esta última vai ser fundamental para os professores do pré-vestibular comunitário preparem listas úteis de exercícios!

Mas vale a pena? Olha, se tem uma coisa que eu aprendi, na educação e na vida, é que a gente avança junto. Sempre com alguém do lado, seja com a mão na massa ou com palavras de incentivo. Por onde vamos mudar o mundo, se não for pela educação? Como a gente vai melhorar a qualidade do meio ambiente, das ruas, da água, da sociedade, se não formando e sendo melhores profissionais para lidar com os problemas? E alguém, por acaso, faria isso sozinho? Pois então. Eu sei que você está lendo, um comichão subiu e rolou vontade de fazer. Mas deu medo, vergonha ou preguiça? Tudo bem, tome seu tempo, mas lembre: você não tem nada a perder!

Quando a gente está em um momento decisivo da vida, tende a pensar o que faria se tudo desse errado. E a possibilidade do erro é paralisante. Mas vai. Vai com calma, no seu tempo, entende a si mesmo e pare de se comparar aos outros. Quando eu falei lá em cima que eu tive sorte, foi real. Mas acho que tudo seria mais difícil, beirando o impossível, se eu perdesse as oportunidades que passam na minha frente.

O período de vestibular é sempre muito decisivo. Seja se você tem 18 anos e está decidindo a profissão dos primeiros (ou todos) anos da sua vida, seja porque você tem 45 e decidiu mudar de área, seja porque você quer fazer uma segunda graduação por hobby: sempre tem algo em jogo. E o que é mais importante do que a sua vontade, o seu desejo, a sua vida? 

Talvez tudo isso tenha colocado mais dúvidas do que certezas na sua cabeça, mas eu vou continuar aqui por muito tempo (se eu não fizer nada errado!) para a gente conversar.  Temos um longo processo pela frente, mas quando a gente não está sozinho, fica mais fácil. Vamos juntos?

Importante: As inscrições para o Descomplica Social vão até dia 20/3 e devem ser feitas em: https://linktr.ee/descomplicasocial

 

Assinatura_Lola_Ferreira

Comunidades Descomplica

Comunidades Descomplica escreveu 10 artigos

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *