8 doenças virais que você precisa conhecer para o ENEM!

05/07/2017 Helio Fresta

 

Dúvidas sobre vírus e suas doenças? Venha conhecer mais sobre estas oito doenças virais para se dar bem no ENEM e no vestibular.

Esse conteúdo sobre doenças virais é especial para quem quer passar em medicina, estudar de 6 a 8 anos e depois abrir um consultório e falar (com toda a certeza do mundo),  “É virose”. 😉

CONFIRA O GABARITO ENEM 2017 E SAIBA SE MANDOU BEM ASSIM QUE SAIR DA PROVA!

No entanto, para chegar lá, vocês precisam passar pela primeira parte: o ENEM. Para isso, vem cá aprender sobre 8 doenças virais importantes para se dar bem nessa prova!

c

 

1) AIDS

doencas virais

AIDS não é engraçado.

A AIDS é uma imunodeficiência causada pelo HIV, vírus que invade glóbulos brancos, as células responsáveis pela defesa do organismo. Esses agentes infecciosos só podem se reproduzir uma vez que parasitam uma célula, pois, antes disso, eles não possuem metabolismo próprio, são parasitas obrigatórios.

Com isso, uma vez parasitada, a célula não pode realizar suas funções básicas de maneira apropriada já que o sistema imune do afetado começa a enfraquecer. A lógica é simples: uma célula que inicialmente servia para defesa agora é uma “fábrica” de vírus, que infectarão novos linfócitos, dando continuidade ao ciclo. Isso abre espaço para infecções e doenças oportunistas, que, por sua vez, podem ser letais.

O HIV é um retrovírus, ou seja, através da enzima transcriptase reversa, pode produzir DNA a partir do RNA. É importante citar que vírus possuem DNA ou RNA, nunca ambos.

 

2) Meningite

doencas virais

A meningite pode ser causada por vírus ou bactérias. Sua forma mais grave é a bacteriana. Já a viral, menos agressiva, pode ser causada por mais de um tipo de vírus.

A doença causa febre, mal-estar, dores corporais, cansaço e fraqueza. Para detectar a doença, o médico pode realizar um teste clínico que consiste em testar a rigidez da nuca do paciente, fazendo com que ele coloque o queixo no peito. Pacientes com meningite apresentam rigidez nesses músculos e não conseguem realizar o movimento.

3) Dengue

A dengue não é bem uma novidade para ninguém. Transmitida pelo Aedes aegypti, seu vírus possui quatro tipos — 1, 2, 3 e 4 —, todos causando o mesmo quadro: febre alta, dor de cabeça, muita dor no corpo, manchas vermelhas na pele e possível sangramento.

Uma vez infectado por um dos tipos virais, o doente fica imune a esse tipo. Por ser uma doença transmitida pelo mosquito, sua forma de prevenção mais eficaz é combater o agente transmissor, não deixando água acumulada (evitando assim a reprodução do vetor da doença) e exterminando os mosquitos.

 

4) Zyka Vírus

giphy (3)

E já que estamos falando do mosquito Aedes aegypti não podemos deixar de falar dele, que está em todos os lugares: o Zyka vírus. Esta doença causa sintomas parecidos com os da dengue, porém mais fracos. A partir do final de 2015 houve um aumento dos casos de microcefalia no Brasil, e isto foi relacionado ao aumento dos casos de Zyka. Atualmente estão sendo feitos alguns estudos para tentar identificar a real relação deste vírus com a microcefalia. Apesar de ele ser majoritariamente transmitido pelos mosquitos Aedes, alguns estudos mostram que este vírus está presente e pode ser transmitido pela saliva, pelo leite materno e por relações sexuais, porém não se sabe se o vírus se torna ativo no indivíduo nessas situações. A principal forma de prevenção é a mesma da dengue: o combate ao mosquito transmissor.

5) Varíola

A varíola foi uma doença devastadora que afetou a Humanidade por milênios. Ela provocava febre alta, mal-estar, dores no corpo, problemas gástricos e pústulas purulentas por todo o corpo, que deixavam cicatrizes e causavam intensa dor. Anos atrás, a varíola era uma doença de alta letalidade.

O interessante da varíola é observar que ela foi a primeira doença erradicada pelo uso da vacinação. Edward Jenner, um médico britânico, observou que humanos infectados pela varíola bovina eram imunizados contra a varíola humana, muito mais agressiva. Com isso em mente, ele infectou o filho de seu jardineiro com o líquido oriundo das feridas de pessoas infectadas por essa varíola mais fraca, o que conferiu ao garoto uma imunidade posterior à doença.

Esta imunidade foi testada mais tarde com a tentativa de infectar o menino com o líquido das feridas de um paciente com varíola humana. Dessa forma, foi descoberta a vacinação.

 

6) Raiva

doencas virais

A raiva é uma doença viral transmitida, em geral, pela mordida de um mamífero infectado. Ela ataca o sistema nervoso central e tem alta taxa de mortalidade. Entre is sintomas dos doentes estão a febre, dor de cabeça, mal-estar geral, insônia, ansiedade, paralisia, agitação, hipersalivação, hidrofobia, entre outros sintomas possíveis.

Apesar da foto escolhida, é preciso lembrar que mesmo a transmissão sendo possível por morcegos, esses animais geralmente não atacam humanos.

 

7) Herpes

 

A herpes é uma doença viral recorrente, causada pelo Herpes simplex 1 e 2. Geralmente afeta a mucosa da boca ou a região genital e não tem cura, embora haja tratamento. A herpes oral é transmitida por contato direto e saliva, enquanto a herpes genital é transmitida sexualmente, destacando aí a importância do uso do preservativo, hein galera.

Após a infecção, em ambas as doenças, o vírus se multiplica, produzindo as manchas e vesículas que vemos, que somem e reaparecem sem deixar marcas ou cicatrizes. A doença se transmite a partir da explosão dessas vesículas e do contato com o líquido interno.

 

8) Ebola

giphy (4)

A Ebola é causada por vírus de um grupo chamado Filovírus. Esta doença tem como sintomas fraqueza no corpo, dores musculares, garganta inflamada e conforme o quadro do infectado piora, aparecem diarreia, vômito, deficiência renal e hepática, além da febre hemorrágica.

Sua transmissão acontece por contato de fluidos corporais (como o sangue, saliva, lágrimas, esperma e leite materno) em mucosas (cuidado com a boca, olhos, cortes na pele ou em relações sexuais!). Como não existe cura para esta virose e o tratamento nos hospitais é feito apenas com o acompanhamento médico, tentando minimizar os sintomas.

 

Galera, é isso. Essas são doenças virais úteis para lembrar no vestibular. Espero que tenha ajudado e até a próxima! 🙂

Lembre-se sempre!

 

Agora que você já está por dentro das doenças virais, venha conferir também nosso resumo sobre Vírus, Monera, Protoctista e Fungi e, depois, resolva exercícios de vestibular sobre o tema para testar seus conhecimentos. 🙂

Helio Fresta

Helio Fresta escreveu 28 artigos

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *