6 coisas que você encontra na balada que podem cair no ENEM

06/10/2014 Má Dias

1. Atentado do Riocentro

Quando você está se divertindo em uma balada, nunca vai imaginar que alguém pode estar querendo explodir uma bomba e matar todo mundo, né? Mas isso já aconteceu! Durante um festival de música no Riocentro, que contou com nomes como Chico Buarque e Gonzaguinha, houve uma tentativa de atentado. Policiais infiltrados tentaram explodir duas bombas. Para azar deles, uma explodiu no estacionamento do evento, no colo do sargento Guilherme Rosário; e a outra bomba, que havia sido colocada na casa de força, não explodiu. Ufa! Esse atentado foi executado na comemoração do Dia do Trabalhador, durante o período da Ditadura Militar.

Isso é o que você precisa para te tirar da cama depois de uma noite de balada.

 

2. Razão entre homens e mulheres numa boate

Acha que tem mais meninos do que meninas na balada? Ou que tem mais meninas do que meninos? Para saber a razão entre homens e mulheres numa boate, basta dividir a quantidade homens pela quantidade de mulheres. Se o valor encontrado for maior que 1, isso significa que existem mais homens que mulheres na casa. Agora, táticas de paquera não dá pra ensinar: isso é com você mesmo!

Para não ficar com a consciência pesada durante a balada, que tal parar a zuera pra calcular essa proporção, hein?

3. Cantadas ruins na balada

Quem nunca recebeu uma cantada com rimas pobres na balada? Rimar “beleza” com “princesa”, “paixão” com “emoção” é a especialidade dos baladeiros românticos. Mas pior do que querer impressionar você numa cantada com rimas pobres, é uma pessoa querer impressionar você num longo discurso sobre todas as qualidades, sentimentos e atitudes dela. A função emotiva da língua, que foca somente no emissor da mensagem, pode ser muito irritante!

Recebeu cantada na balada e não gostou? Esta aí uma dica de como tratar a pessoa metida a bocó.

4. Som alto

Ouvir música muito alta por muito tempo, por melhor que ela seja, pode causar a perda auditiva. Essa perda pode ser transitória (como quando se vai a uma boate ou show) ou contínua (comum para quem usa constantemente fones de ouvido, ainda mais com volume alto).

Você não é velhinho como Dumbledore, portanto, não deve nem estar perto de ficar surdo. Mas é sempre bom não exagerar no volume do som!

5. Dança em câmera lenta

Por que, às vezes, parece que estamos dançando em câmera lenta na boate? Devido à “persistência retiniana”, nossos olhos não conseguem separar eventos que ocorram num intervalo de tempo menor que 1/10 de segundo. Se uma luz estroboscópica piscar num frequência menor que 10 Hz, não dará tempo do olho se acostumar com a baixa luminosidade do ambiente e a pupila não se dilatará para enxergar adequadamente e veremos os movimentos das pessoas somente quando a luz está acesa, dando um efeito de câmera lenta!

A Balada no ENEM

Bom mesmo seria ter um professor ensinando Física até na balada!

6. Bônus!

Como o Enem aborda os temas Cultura e Comportamento?

Balada é um ambiente maneiro para descontrair, estar com os amigos e, sem dúvidas, faz parte da cultura jovem. Mas e as outras formas culturais típicas do país, será que são exercidas e zeladas, como a literatura, a dança, a música? Ter um panorama sobre a cultura contemporânea nacional é importante para debater sobre sua permanência na história durante uma redação. Vamos estudar um pouco sobre isso?

Má Dias

Má Dias escreveu 1231 artigos

Deixe o seu comentário!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *