Você sabe quais são os 7 fatores de textualidade e como eles estão ligados às competências do ENEM?

A textualidade é o encadeamento que se dá ao longo do texto através da ligação semântica de sentenças. Nela, existem 7 fatores fundamentais para o desenvolvimento de um texto. Entendeu? Não? Calma que a gente descomplica pra você!

1- Coerência

É a harmonia de sentido entre os enunciados que constituem um texto e é um dos fatores mais importantes para a realização da prova do ENEM – junto com a coesão – ela esta compreendida na competência 3 da Matriz de Referência para Redação do ENEM, que visa “selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista”.

O que não pode ter é a incoerência de ideias na hora da prova!
O que não pode ter é a incoerência de ideias na hora da prova!

2- Coesão

A coesão é a competência 4 da Matriz de Referência, muito importante para a construção da argumentação, sendo realizada por meio de marcas linguísticas, índices formais na estrutura da sequência linguística, que promovem a conexão entre as partes de um texto, como os pronomes, advérbios, conjunções, sinônimos, antônimos, etc.

Essa eu domino!
Essa eu domino!

3- Informatividade

Esse fator de textualidade, embora não muito conhecido é de extrema importância pra você que vai escrever uma redação, em especial, a do ENEM. A informatividade está relacionada ao grau de previsibilidade do texto. Quanto mais previsível, menos informativo.  Quando o avaliador do ENEM começa a ler um texto, ele espera que o aluno fuja do senso comum, e usufrua do seu conhecimento de mundo para argumentar sobre a situação-problema do tema. Com isso, você vai ganhar muitos pontos na competência 3, pois quanto mais informações novas, mais informatividade ele trará.

Nada melhor do que obter conhecimento de mundo para mandar bem na redação.
Nada melhor do que obter conhecimento de mundo para mandar bem na redação.

4- Intencionalidade

A intencionalidade é o empenho do produtor em construir um discurso coerente, capaz de satisfazer os objetivos que tem em mente numa determinada situação. A intenção do seu texto é expor a sua tese, argumentar sobre ela no desenvolvimento e concluir com uma proposta de intervenção. Ela também compreende a competência 3, pois vai selecionar argumentos em defesa de um ponto de vista, acerca de um tema proposto.

Entendido? ;)
Entendido? ;)

.gif)

5- Aceitabilidade

A aceitabilidade diz respeito à expectativa do receptor de que o texto que está sendo lido seja útil e relevante. Esse fator é que vai levar seu texto para a nota 1000, pois compreende as competências 1, por dominar a modalidade formal da Língua Portuguesa; a competência 2 por compreender o tema da redação e a estrutura do texto dissertativo-argumentativo; a competência 3 por relacionar argumentos em defesa de um ponto de vista; a competência 4 por usar mecanismos coesivos e finalmente, a competência 5 por elaborar uma proposta de intervenção, respeitando os direitos humanos. São todas essas habilidades que farão seu texto ser bem aceito pelo avaliador por corresponder às suas expectativas.

Existem certas coisas que devem ser aceitas!
Existem certas coisas que devem ser aceitas!

6- Situacionalidade

Esse fator diz respeito à adequação do texto em uma situação, referindo-se ao conhecimento da situação comunicativa e às suas regras. Esse fator está relacionado com a competência 1 da prova de redação do ENEM, que é o conhecimento da norma culta da Língua Portuguesa. Sendo então, o conhecimento da situação comunicativa (prova de vestibular) e às suas regras (domínio da norma culta).

Cada um se comporta de uma maneira diferente para cada situação, não é?
Cada um se comporta de uma maneira diferente para cada situação, não é?

7- Intertextualidade

A intertextualidade é a relação entre textos, ou seja, a exploração do seu conhecimento de mundo, pois ao produzirmos um texto, deixamos nele, marcas de outras leituras.  Essa intertextualidade pode ser explícita, quando a fonte é mencionada ou implícita, quando não há menção da fonte. Com isso, você deverá usar dos seus conhecimentos enciclopédicos, adquiridos ao longo da sua vida estudantil para fazer uso da intertextualidade e ganhar nota máxima na competência 2 e 3.

Sempre temos um texto que carrega o pensamento na produção do nosso próprio texto.
Sempre temos um texto que carrega o pensamento na produção do nosso próprio texto.
Continue estudando
Post do blog

Questões Comentadas: Coesão Textual

Leia o resumo O que é Coesão Textual e Coerência Textual?” e resolva o exercício abaixo.
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Estrutura da Dissertação

Aprenda a Estrutura da Dissertação para arrasar na redação do ENEM e garantir sua nota 1000! 😀
artigo