Valor argumentativo das conjunções concessivas e adversativas

Meus queridos, trago hoje um resumo que fiz bem legal sobre o valor argumentativo de dois tipos de conjunção.

Em provas específicas, esse conteúdo pode ser cobrado.

Então mãos à obra:

Bom, o “mas” e o “porém” são conjunções adversativas, ou seja, indicam oposição a algo ou a alguma ideia antes trabalhada em seu texto. Já as conjunções “embora, ainda que e mesmo que” são concessivas, e indicam também oposição a algo, só que essa oposição é menos relevante na sua argumentação.

Exemplo:

Ainda que fizesse sol, não fui à praia. Repare que a primeira oração é menos relevante, já que mesmo com o sol você não foi à praia.

Fez sol, mas não fui à praia. Repare que a segunda oração é mais relevante, já que mesmo com o sol você não foi à praia.

Concluindo: as conjunções adversativas expressam ideias mais relevantes no período em que estão inseridas, enquanto as concessivas expressam ideias menos relevantes.

Tudo em ordem, galera? Alguma dúvida? =P

Abraços,

Diego

Continue estudando
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes Demonstrativos e Indefinidos

Recentemente, falamos sobre as classes gramaticais e ensinamos o que são os pronomes. Eles são os responsáveis por acompanhar, substituir ou fazer referência ao nome. Ou seja, são palavras variáveis em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural).
artigo
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes

Leia o resumo “Classes Gramaticais: Pronomes” e resolva os exercícios abaixo.
artigo