Tudo o que você precisa saber sobre crase para sambar na cara da sociedade!

Ainda tem dúvidas em crase? Não depois deste resumo!

A palavra crase provém do grego krasis e significa “fusão”, “junção”, “mistura”. No português atual, ocorre a crase com as vogais idênticas a + a e a fusão é indicada pelo acento grave (à). Embora idênticas, essas vogais pertencem a categorias gramaticais diferentes. O primeiro a é sempre uma preposição, enquanto o segundo pode ser:

a) o artigo feminino “a” ou “as”: Fui à (a+a) feira.

b) o “a” que inicia os pronomes demonstrativos “aquele(s)”, “aquela(s)”, “aquilo”: Fui àquele (a+aquele) restaurante.

c) o “a” dos pronomes relativos “a qual” ou “as quais”. Ex: A cidade à (a+a) qual nos referimos fica longe.

d) o pronome demonstrativo “a” ou “as”. Ex: Esta caneta é semelhante à (a+a) que me deste.

Crase da preposição a com o artigo a ou as

Regra geral: Haverá crases sempre que o termo regente exigir a preposição a e o termo regido admitir artigo a ou as. Observe: Eu me referi à (a+a) diretora.

Nesses casos, é fácil constatar que ocorreu a crase: basta trocar o termo regido por um masculino equivalente. Se obtivermos a combinação “ao(s)” (preposição a + artigo o(s)), fica demonstrado que ocorreu a preposição e o artigo. Se, nos exemplos citados, trocamos o termo “diretora” pelo masculino “diretor”, tem-se: “Eu me referi ao diretor”. Para que ocorra a crase, é necessário que o termo regente exija a preposição “a” e o termo regido admita a anteposição do artigo “a”. Se um desses fatores não ocorrer, não haverá crase.

Não ocorre crase

  • Antes de palavras masculinas
    1. Ele veio a pé.
    2. Andei a cavalo.
    3. Comprei a prazo.
    4. Isto cheira a perfume francês.
  • Antes de verbos

    1. Ainda há muita coisa a fazer.
    2. Pôs-se a falar e não parou mais.
    3. Passei a fazer mais exercícios.
    4. Ele passou a ir mais ao teatro.

  • Antes de pronomes pessoais, indefinidos, demonstrativos e de tratamento

    1. Nada revelarei a ela.
    2. Não fizeram alusão a alguma possibilidade de devolução de mercadoria.
    3. Peço licença a Vossa Excelência.
    4. Entregaram o prêmio a ela.

  • Antes de substantivos empregados em sentido genérico

    1. Falava a pessoas determinadas.
    2. Fez alusão a cidades litorâneas.
    3. Não se referiu a criatura alguma.

  • Antes de expressões de palavras repetidas: cara a cara, lado a lado, frente a frente, gota a gota, de ponta a ponta

    1. Ficou cara a cara com o inimigo.
    2. Ficamos frente a frente no casamento.
    3. Fomos de ponta a ponta na praia.

Casos especiais

Expressões adverbiais, prepositivas e conjuntivas

  • O(s) a(s) expressões adverbiais, prepositivas e conjuntivas formadas com palavras femininas – à tarde, à noite, à vontade, à procura, às pressas, às escondidas, à moda (mesmo que a palavra moda fiquei subentendida), à medida que, à proporção que, à exceção de, à beira de etc, deve receber o acento grave:
    1. Saímos à meia-noite.
    2. Vendi à vista o relógio que ganhei numa rifa.
    3. Ando à procura de um emprego.
    4. Andava às pressas.

Quando a crase é facultativa?

  • Antes de pronomes possessivos femininos

    1. Levou a encomenda a/à sua tia.
    2. Não fez menção a/à nossa empresa.
    3. Obedeço a/à minha irmã.

  • Antes de nomes próprios de pessoas do sexo feminino

    1. Declarou-se a/à Joana.
    2. Ele fez referência a/à Sandra.

  • Depois da preposição “até”

    1. Fomos até a/à feira.
    2. Fomos até a/à praia andando.
    3. Diante de nomes de lugar

OBS: Alguns nomes de lugar admitem a anteposição do artigo, outros não. Haverá crase diante de nomes de lugar se o termo regente exigir a preposição “a” e o termo regido (o nome do lugar) admitir a anteposição do artigo “a”. Para verificar se um nome de lugar admite ou não a anteposição do artigo “a”, pode-se utilizar o artifício a seguir

  • Se numa oração formada por verbo IR + nome de lugar se forma a contração “da”, fica claro que cabe diante desse substantivo o artigo. Assim, ocorre a crase.

    1. Vou à Itália. (Volto da Itália.)
    2. Vou à Argentina. (Volto da Argentina.)

  • Se numa oração formada por verbo IR + nome de lugar aparecer a preposição “de”, fica claro que não cabe diante desse substantivo o artigo a. Assim, não ocorre a crase.

    1. Vou a Curitiba. (Volto de Curitiba.)
    2. Vou a Roma. (Volto de Roma.)

Diante das palavras casa e terra

  • Não ocorre crase diante da palavra casa, no sentido de “lar”, “moradia”

    1. Voltamos a casa.

  • Ocorre crase diante da palavra casa quando essa palavra estiver especificada

    1. Voltamos à casa dos nossos avós.

  • Não ocorre crase diante da palavra terra, no sentido de “chão firme”

    1. Os marinheiros desceram a terra.

  • Ocorre crase diante da palavra terra quando essa palavra estiver especificada

    1. Os marinheiros desceram à terra dos anões.

Pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s) e aquilo

  • Haverá crase com os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s) e aquilo sempre que o termo regente exigir a preposição a:
    1. Assisti àquele filme.
    2. Aspiro àquela vaga.
    3. Prefiro isto àquilo.

Crase diante de pronomes relativos

A qual e as quais

  • Ocorrerá crase com os pronomes relativos a qual e as quais quando esses pronomes vierem antecedidos pela preposição a, exigida por um termo da oração que tais pronomes introduzem.
    1. A cidade à qual iremos possui praias às quais chegaremos.

Quem e cuja

  • Os pronomes quem e cuja não admitem a anteposição do artigo; portanto, diante deles não ocorrerá crase.
    1. Esta é a mulher a quem obedeço.

Que

  • Diante do pronome relativo que, normalmente não há crase, pois esse pronome não admite a anteposição do artigo
    1. Esta é a faculdade a que aspiro.

Horário/tempo

  • Antes de locuções adverbiais de tempo cujo núcleo é a palavra “hora” (ou seu plural, “horas”), ocorre crase.

    1. Chegarei domingo às 18 horas.
    2. O acidente ocorreu ontem às 13:30.

  • Não há crase depois das preposições: para, até, após, desde e entre

    1. Antecipei minha consulta para as  14h.
    2. Só vou esperar por você até as 15h.
    3. Podemos nos encontrar após as 19h.

  • Não há crase quando a preposição de aparece sozinha, ainda que ela esteja implícita.

    1. A minissérie será exibida de  3ª a 6ª.

  • Há crase quando a preposição de aparece combinada com artigo, ainda que ela esteja implícita.

    1. A aula de dança acontece das 15 às 17 horas.

Exercícios

1) (PUC-SP) Assinale a alternativa, que preencha, pela ordem, corretamente as lacunas.
” ____ seis da manhã, já estávamos ____ esperar o trem que nos levaria ____ cidadezinha, de onde iríamos ____ cavalo, ____fazenda do Sr. Juca.”
a) Às-à-a-à-à
b) Às-a-à-à-a
c) As-a-à-a-à
d) Às-a-à-a-à
e) As-à-à-a-a

2) (UFSCar) Leia as frases a seguir.
I- A conclusão do inquérito foi prejudicial ____ toda categoria.
II- Mostrou-se insensível ___ qualquer argumentação.
III- Este prêmio foi atribuído ___ melhor aluna do curso.
IV- Faço restrições ___ ter mais elementos no grupo.
Indique a alternativa que, na sequência, preenche as lacunas acima corretamente.
a) a – a – à – a
b) à – à – à – à
c) à – à – a – a
d) à – à – a – à
e) a – a – à – à

3) (FUVEST-SP) Leia a frase a seguir:O progresso chegou inesperadamente ___ subúrbio. Daqui ___ poucos anos, nenhum dos seus moradores se lembrará mais das casinhas que, ___ tão pouco tempo, marcavam a paisagem familiar.Indique a alternativa que preenche as lacunas acima corretamente.
a) aquela-a-a
b) àquele-à-há
c) àquele-à-à
d) àquele-a-há
e) aquele-à-há

4) (PUC-RS) Foi ___ mais de um século que, numa região de escritores, propôs-se a maldição do cientista que reduziria o arco-íris ___ simples matéria: era uma ameaça ___ poesia.
a) a, a, à
b) há, à, a
c) há, à, à
d) a, a, a
e) há, a, à

5) (UFPI) Assinale a alternativa, em que haveria acento grave, indicativo de crase.
a) Simão Bacamarte preferiu a ciência ao conforto dos amigos.
b) Os amigos pediram a ele que reconsiderasse.
c) Simão Bacamarte obedeceu a voz da razão.
d) Ele respondeu a tudo com muita convicção.
e) Dirigiu-se logo para a Casa Verde.

GABARITO

1) D
2) A
3) D
4) E
5) C

JÁ SACOU TUDO SOBRE CRASE? AGORA DÊ UMA OLHADA NO NOSSO GABARITO ENEM!

Continue estudando
artigo
Post do blog

Dúvida recebida sobre o uso da crase

Meus caros, recebi uma pergunta sobre o uso da crase lá em nosso fórum, que já é tããão conhecido por vocês! =P