Três conclusões eficientes!

Olá, pessoal!

Vamos continuar falando sobre a conclusão da redação. Hoje, vou analisar três finalizações eficientes para o texto da prova do ENEM. Vocês devem reconhecer, são conclusões de redações prontas postadas aqui, de temas antigos do Exame. Não se esqueça dos seguintes itens:

– Uso da interdisciplinaridade – Proposta de soluções para a situação-problema – Posição otimista

As conclusões aqui apresentadas reúnem essas características.  Observem:

(ENEM 2003: “A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?”)

Dessa forma, é possível perceber que, assim como na Física, na qual a Inércia é a propriedade que mantém a matéria sem variação de velocidade, a sociedade brasileira está comodamente inerte em relação à problemática da violência, sem forças para sair da inalterabilidade e modificar a situação. É de suma importância um comprometimento de toda a população para vencer esse jogo, no qual as escolas e os meios de comunicação possuem papel fundamental na propagação de direitos e deveres. Somente com as mais diversas forças, vindas de várias camadas, contribuindo para o fim da inércia, esse perigoso adversário poderá ser derrotado, e a sociedade brasileira será vencedora.

(ENEM 2006: “O Poder de Transformação da Leitura”)

Dessa maneira, para usarmos os conhecimentos de Lavoisier, e fazer com que o já existente e importante hábito da leitura não se perca, mas se transforme em bem permanente, a sociedade precisa de unir como um todo. Pais devem, junto a escolas, incentivar o costume nas crianças. Se livros são considerados caros, há maneiras de se diminuir o custo de produção dos mesmos, como a utilização de papéis reciclados. Além disso, as comunidades de cada bairro e cidade devem se unir para edificarem bibliotecas públicas, por meio de doações de obras, e com computadores para o acesso à leitura também pelos meios mais modernos. O poder do conhecimento não é pontual, limitado, e não se perde. É vitalício.

(ENEM 2004: “Como garantir a liberdade e evitar abusos nos meios de comunicação”)

Dessa maneira, pode-se perceber que, assim como na Biologia, em que o mutualismo é a relação harmônica em que um necessita do outro para sobreviver, é necessária uma mobilização de todas as partes para o combate ao abuso dos meios de comunicação. Isso, é claro, preservando sempre a liberdade de expressão. Além disso, é indiscutível que se faz coerente uma reciclagem em todos os setores da comunicação voltada para as massas, para que se possa alcançar não só a preservação, mas a valorização dos princípios fundamentais da ética. Gutenberg, e toda a humanidade, agradecem.

Perceberam algumas semelhanças entre elas, embora os temas sejam completamente diferentes? Uma dica para um bom arremate no ENEM:

– Primeiro período: relacione o tema e a sua tese à área do conhecimento escolhida para o uso da interdisciplinaridade (Biologia, Física, Química…)

– Segundo/Terceiro período(s): proponha soluções para a problemática. Lembre-se de ser coerente e realista, fuja de utopias!

– Quarto/Quinto período(s): termine a redação com uma “frase de efeito”, um tom otimista, mostrando que há saída para o problema.

É claro que, se vocês sentirem que os períodos estão muito grandes, pontuem!

No próximo post, falarei sobre alguns critérios de correção do ENEM.

Até lá!

Continue estudando
artigo
Post do blog

Questões Comentadas: Coesão Textual

Leia o resumo O que é Coesão Textual e Coerência Textual?” e resolva o exercício abaixo.
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Estrutura da Dissertação

Aprenda a Estrutura da Dissertação para arrasar na redação do ENEM e garantir sua nota 1000! 😀