Questão comentada: Principais Sociólogos

1. (Uncisal 2012) O modo de vestir determina a identidade de grupos sociais, simboliza o poder e comunica o status dos indivíduos. Seu caráter institucional assume grande importância à medida que inclui ou exclui indivíduos de categorias ou estratos sociais. Ele exemplifica bem aquilo que Durkheim afirmava ser o objeto de estudo dos sociólogos: uma representação coletiva que além de ser válida para todos os indivíduos que fazem parte de um determinado grupo, expressa a exterioridade e a coercitividade.

Assinale nas opções a seguir aquela que apresenta o objeto de estudo da Sociologia segundo Durkheim.

  1. Fatos sociais.
  2. Expressões culturais.
  3. Ações sociais.
  4. Estruturas políticas.
  5. Relações sociais.

Gabarito: a

Comentário: Para Durkheim, O grande objeto de estudo da sociologia são os fatos sociais. Estes são constituídos por uma cadeia de comportamentos e pensamentos que são exteriores, coercitivos e coletivos. Fatos sociais é um conjunto de regras tácitas completamente alheias às escolhas dos indivíduos que predominam em toda sociedade. Elementos como expressões culturais, estruturas políticas, relações sociais, participam de um sistema cíclico em que hora geram os fatos sociais e hora são gerados por eles. Ação social é um conceito weberiano.

2. (UEM 2012) A constituição da Sociologia como ciência passou pelo desenvolvimento de uma metodologia própria, algo que Émile Durkheim procurou realizar em sua obra “As regras do método”. A partir desse autor, assinale o que for correto:

01) Partindo do pressuposto de que os fenômenos sociais são muito diferentes dos naturais, Durkheim defendeu a incorporação da subjetividade do cientista nos estudos sociológicos.

02) Durkheim defendia o abandono dos preconceitos e das prenoções, pois essas ideias preconcebidas poderiam nos conduzir a confusões na observação dos fenômenos.

04) Segundo Durkheim, as principais ferramentas metodológicas da Sociologia são a observação, a descrição, a comparação e a estatística.

08) Na concepção durkheimiana, a compreensão efetiva dos fenômenos sociais se dá pela identificação dos interesses e das motivações subjetivas dos atores sociais envolvidos.

16) Ao afirmar que o sociólogo deve encarar o fato social como coisa, Durkheim procurou defender a definição do objeto sociológico como algo externo ao pesquisador.

Gabarito: soma: 22 (02+04+16)

Comentário: 

01) Durkheim Acreditava que o sociólogo deveria ser completamente imparcial e estudar a sociedade de modo inteiramente objetivo, dado que ela é um organismo vivo.

02) Sim, para Durkheim só é possível analisar na sociedade aquilo que ela realmente apresenta. Não é seguro fazer deduções e abstrações. A sociologia é uma ciência empírica.

04) Segundo Durkheim, a sociologia é uma ciência, assim como é a biologia e a química, desse modo, só é possível trabalhar a partir de dados cientificamente comprovados.

08) Durkheim não trabalha com nenhuma noção de individualidade. Os fenômenos sociais precisam ser precisamente conhecidos e selecionados para que possa haver a compreensão efetiva.

16) O objeto social é algo externo ao pesquisador e ao indivíduo.

3. (UFU/2004-adaptada) Com relação aos conceitos de solidariedade mecânica e solidariedade orgânica, na obra de Émile Durkheim, assinale a alternativa correta:

a) A solidariedade orgânica é própria dos “organismos” sociais pós-capitalistas.

b) A solidariedade mecânica é a forma de coesão própria das sociedades pré-capitalistas.

c) A solidariedade orgânica define-se como aquela em que a coesão se dá pela diferenciação das funções.

d) A solidariedade mecânica está assentada na semelhança de funções.

e) Todas as alternativas estão corretas.

Gabarito: e

Comentário: Solidariedade Orgânica está diretamente ligada à noção de consciência individual. Nela, há o predomínio da individualidade sobre a coletividade. O estabelecimento do capitalismo com a divisão do trabalho favoreceu o surgimento desse tipo de solidariedade mais formal. Solidariedade mecânica está ligada à consciência coletiva. Nela, a comunidade ocupa a centralidade.  Esse tipo de solidariedade é muito comum em vilarejos, onde as regras são sempre determinadas pela tradição.

4. (Uel 2011) Observe a charge.

(Disponível em:

Acesso em: 24 out. 2010.)

Com base na charge e nos conhecimentos sobre a teoria de Marx, é correto afirmar:

a) A produção mercantil e a apropriação privada são justas, tendo em vista que os patrões detêm mais capital do que os trabalhadores assalariados.

b) Um dos elementos constitutivos da acumulação capitalista é a mais-valia, que consiste em pagar ao trabalhador menos do que ele produziu em uma jornada de trabalho.

c) A mercadoria, para poder existir, depende da existência do capitalismo e da substituição dos valores de troca pelos valores de uso.

d) As relações sociais de exploração surgiram com o nascimento do capitalismo, cuja faceta negativa está em pagar salários baixos aos trabalhadores.

e) Sob o capitalismo, os trabalhadores se transformaram em escravos, fato acentuado por ter se tornado impossível, com a individualização do trabalho e dos salários, a consciência de classe entre eles.

Gabarito: b

Comentário: Para Marx, a história da humanidade é composta por constantes conflitos entre a classe dominada e a classe dominadora. O capitalismo acirra a tensão entre esses dois pólos devido à exploração sofrida pelo proletariado. Tal exploração se manifesta de muitas formas, e a charge nos apresenta a mais-valia. Esse conceito está ligado à produção excedente do trabalhador. Ela consiste basicamente no fato de o produtor ser remunerado por muito menos do que produz, e a riqueza produzida ficar nas mãos dos donos do meio de produção.

5. (Uel 2011) O conceito de ação social desempenha papel fundamental no conjunto teórico construído por Max Weber. Sobre este conceito utilizado por Max Weber, considere as afirmativas a seguir:

I. A ação social foca o agente individual, pois este é o único capaz de agir e de atribuir sentido à sua ação.

II. Interpretar a reciprocidade entre as ações sociais possibilita ao cientista social a compreensão sobre as regularidades nas relações sociais.

III. A imitação e as ações condicionadas pelas massas são exemplos típicos de ação social, pois são motivadas pela consciência racional da importância de viver em sociedade.

IV. O que permite compreender o agir humano enquanto ação social é o fato de ele possuir um sentido único e objetivo para todos os agentes envolvidos.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.

b) Somente as afirmativas II e IV são corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

e) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.

Gabarito: a

Comentário: Ação social deseja analisar a sociedade a partir do indivíduo, ou seja, ele é o único capaz de atribuir sentido à sua ação. Ao subdividi-las em grupos, Weber encontrou uma maneira de analisar as regularidades sociais, uma vez que, por mais individual que a ação possa ser, ela se mantém no interior de comportamentos padronizados.  Embora haja padrões ou tipificações sociais, nenhum tipo de coerção ou violação da liberdade pode ser tido como ação social, essa deve ser inteiramente livre e individual, assim, adquire sentidos exclusivos em cada momento e em cada indivíduo.

6. (UEM (2011) Sobre a sociologia compreensiva de Max Weber, assinale o que for correto.

01) Segundo essa perspectiva sociológica, a ordem social impõe-se aos indivíduos como força exterior e coercitiva, submetendo, assim, as vontades desses indivíduos aos padrões sociais estabelecidos.

02) A ação social é entendida como um comportamento dotado de sentido subjetivamente visado e orientado para o comportamento de outros atores.

04) O sociólogo tem como tarefa fundamental a identificação e a compreensão causal dos sentidos e das motivações que orientam os indivíduos em suas ações sociais.

08) O que garante a cientificidade da análise sociológica é o recurso à objetividade pura dos fatos.

16) As instituições sociais são definidas como resultados de relações sociais estáveis e duráveis, passíveis de serem alteradas a partir de transformações nos sentidos atribuídos pelos indivíduos às suas ações.

Gabarito: 22 (02+04+16)

Comentário: 

01) Essa alternativa estaria correta se o autor em questão fosse Durkheim e o conceito fosse fato social.

02) A Ação social é de cunho individual, embora possa ser tipificada. Desse modo, devemos ter em mente que ela guia a sociedade, uma vez que diz respeito à ação subjetiva dos agentes sociais.

04) Weber é adepto da sociologia compreensiva. Nela, o indivíduo tem primazia sobre a massa. Isto é, só é possível estudar a sociedade a partir da análise das motivações individuais.

08) Essa alternativa corresponde ao pensamento de Durkheim, em Weber a sociologia deve olhar a subjetividade das ações.

16) Dado o fato de a sociedade ser composta por muitos indivíduos, está em constante alteração, de modo que a todo momento coisas e instituições podem ter seus sentidos e papéis alterados.

7. (UFU – 2001) Para explicar os fenômenos sociais, Weber propôs um instrumento de análise que chamou de tipo ideal. Esse instrumento pode ser definido como:

I. uma construção do pensamento que permite identificar na realidade observada as manifestações dos fenômenos e compará-las.

II. uma construção do pensamento que permite conceituar fenômenos e formações sociais.

III. um modelo perfeito a ser buscado pelas formações sociais históricas e qualquer realidade observável.

IV. um modelo que tem a ver com as espécies sociais de Durkheim, exemplos de sociedades observadas em diferentes graus de complexidade.

V. uma construção teórica abstrata a partir de casos particulares analisados.

a) I, II e V estão corretas.

b) I, II e III estão corretas.

c) II, III e V estão corretas.

d) II, III e IV estão corretas.

Gabarito: a

Comentário: Ação social é um conceito criado por Max Weber, que se refere ao objeto de estudo da sociedade. Em sua concepção a realidade é infinita e por isso o sociólogo ao eleger um ponto de análise está apenas fazendo um corte, que não tem de forma alguma nenhuma capacidade totalizante, por isso é preciso pensar em um tipo ideal. Nesse sentido, ação social é o que está por trás do agir humano, que nos permite olhar a realidade e conceituá-la com mais segurança. É importante ter em mente que ações de coerção não são ações sociais, uma vez que, diante de uma coerção, não é possível estudar motivações individuais, o que é indispensável na metodologia weberiana. O conceito em questão não tem nenhuma relação com as espécies sociais de Durkheim, elas se referem a um tipo de categorização social que seria insustentável na teoria de Weber, uma vez que em sua filosofia compreensiva o indivíduo e suas motivações ocupam lugar de destaque. Ação social é uma construção teórica abstrata a partir de casos particulares analisados.

8. (Unimontes 2012) A perspectiva weberiana de estudos sociológicos fundamenta-se na possibilidade de o cientista compreender a ação social do indivíduo, ou seja, em atores sociais capazes de conduzir suas próprias ações, que têm motivações e sentidos. Para ele, a ação social e suas diferentes motivações levam a quatro categorias ou tipologias. Assinale as colunas correspondentes às características de cada uma.

1. Ação social racional em relação a fins

2. Ação social racional com relação a valores

3. Ação social tradicional

4. Ação social afetiva

( ) O agente tem motivações e inspirações imediatas como, por exemplo, de medo, de ódio ou entusiasmo.

( ) São modos de condutas que obedecem a estímulos habituais, de modo que ocorrem e são praticadas por vários agentes como um costume.

( ) O agente possui um comportamento fiel às suas convicções como, por exemplo, na política ou no exercício da liberdade religiosa.

( ) O agente disporá de todos os meios necessários para atingir um fim preestabelecido como, por exemplo, quando ele está praticando uma ação no mercado.

A sequência correta é:

a) 3, 2, 4, 1.

b) 2, 1, 4, 3.

c) 4, 1, 2, 3.

d) 4, 3, 2, 1.

Gabarito: d

Comentário: A ação social se divide em quatro partes:

  1. Ação social racional em relação a fins: corresponde a uma ação estritamente racional, ou seja, o indivíduo escolhe um fim e a partir disso orienta todos os seus esforços para tal. Esse tipo de ação social corresponde à quarta lacuna.
  2. Ação social racional com relação a valores: Neste caso, ação se orienta pelo valor que o indivíduo dá aos fatos, tal valor pode ser moral, estético, religioso e etc. Essa alternativa corresponde à terceira lacuna.
  3. Ação social tradicional: Esse tipo de ação tem por fonte valores tradicionais. Essa alternativa corresponde à segunda lacuna.
  4. Ação social afetiva: neste caso a ação é orientada por paixões, ou seja, sentimentos fortes. Corresponde à primeira lacuna.

9. Explique com suas palavras porque, ao contrário de Durkheim, Weber considera impossível que o sociólogo seja completamente neutro em suas análises. Diga também qual a importância da interpretação na metodologia weberiana.

Comentário: Baseado em sua concepção de ação social, Weber considera que toda ação humana é motivada por um sentido, um interesse. Assim, é contraditória a ideia uma ação neutra, sem interesse. Uma ação sem interesse não é uma ação. O que o pensador alemão dirá então é que, sendo a objetividade completa algo impossível para a investigação sociológica, deve-se buscar uma objetividade possível, na qual o grande método de pesquisa será a capacidade interpretativa do pesquisador.

10. (UFU – 2000/adaptada) “300 milhões: Como o senhor da foto virou milionário O mérito de Menin foi ter vislumbrado uma oportunidade e apostado suas fichas nela. Percebendo que ali podia estar sua galinha-dos-ovos-de-ouro, Menin resolveu projetar um negócio para atender aquela clientela. Primeiro, construiu pequenas casas em bairros populares de Belo Horizonte. Depois, passou a vender apartamentos semipadronizados com preços até 25% mais baixos. Após definir seu nicho de mercado, Menin elaborou uma cartilha que a empresa segue à risca até hoje.”

(VEJA N. 15, 12/04/2000, p. 148)

Max Weber define uma tipologia da ação social que é apresentada nas afirmativas abaixo. Assinale a alternativa que corresponde ao tipo de ação social descrita no texto de jornal acima.

a) Ação social racional com referência a fins.

b) Ação social afetiva.

c) Ação social tradicional.

d) Ação social racional com relação a valores.

Gabarito: A

Comentário: É imprescindível perceber que, apesar de a questão falar de valores monetários, a ação social em questão é com referencia a fins, uma vez que o personagem citado escolheu um objetivo, criou metas e orientou sua conduta para alcançá-las. Ação social racional com relação a valores refere-se a valores subjetivos e não necessariamente monetários.

Continue estudando
Post do blog

Sociologia: Contexto Histórico da Sociologia

Que tal aprender tudo sobre o Contexto Histórico da Sociologia com a professora Larissa Rocha? 😀
artigo
Post do blog

Nada de física ou português: queremos que você demonstre seus conhecimentos em Sociologia

Para responder esta questão, assista uma aula sobre o Contexto histórico do surgimento da Sociologia.
artigo