Quatro elementos da cultura afro-brasileira que você precisa saber para o ENEM

Quer conhecer mais sobre a cultura afro-brasileira que te rodeia? Aproveite esta lista e também estude para o ENEM e o vestibular!

Descomplicando a prova do ENEM, podemos notar que o conhecimento sobre a cultura afro-brasileira é muito importante. Sérgio Buarque de Holanda, importante historiador brasileiro, afirma que a cultura brasileira foi muito influenciada pelos africanos inseridos na sociedade nos tempos de escravidão. É o que chamamos de cultura afro-brasileira e você vai saber como notá-la no seu dia-a-dia agora! 😀

1. De Ogum a Iansã, do Candomblé a Umbanda

Quando falamos de religião na época da escravidão brasileira, lembramos primeiramente da tentativa da Igreja Católica em expandir sua fé. Porém, é importante que se saiba que a religião africana do Candomblé esteve muito presente, principalmente nos rituais para os orixás que aconteciam nas senzalas. O Candomblé e a Umbanda, ambos com raízes africanas, estabelecem um sincretismo religioso (união de doutrinas diferentes) com a Igreja Católica.

2. Capoeira: paranauê, paranauê paraná!

A capoeira nasceu no Brasil ainda no século XVI. Com uma mistura de diferentes ritmos musicais africanos, a Capoeira nasceu com o intuito de desenvolver no escravo uma forma de resistência, encontrada na luta. A Capoeira foi proibida no Brasil até 1930, e possui diversos estilos que unem a ginga, a malícia e a agilidade em uma luta extremamente cultural.

3. A batucada dos nossos tantãs

O samba surgiu da mistura de diversos estilos musicais de origem africana e também de ritmos brasileiros. Alguns historiadores afirmam que a origem da palavra samba vem da palavra angolana “Semba”, um ritmo popular angolano que teria influenciado a origem do ritmo brasileiro. O Samba ganhou importância no Rio de Janeiro, principalmente no início do século XX quando foi gravado o primeiro disco de samba: “Pelo Telefone” do Mestre Donga.

Sambar não é para qualquer um. Taí a prova.
Sambar não é para qualquer um. Taí a prova.

4. Hummmm! Delícia de acarajé

Além do acarajé, muitos outros pratos que incorporam a culinária brasileira tem influência dos sabores e temperos africanos. Esses pratos eram feitos dentro das senzalas, geralmente de fácil preparo e bastante condimentados, tal como a culinária africana. Destacamos o acarajé, caruru, vatapá, mugunzá, angu, pamonhas dentre vários outros pratos. E bota azeite de dendê!

Ninguém resiste a um acarajé bem temperado pela Tia Baiana!
Ninguém resiste a um acarajé bem temperado pela Tia Baiana!

E aí, você conhece outros elementos culturais que também foram introduzidos ao Brasil com a chegada dos Africanos durante a escravidão? Conte para a gente nos comentários! É importante conhecê-los e valorizá-los e respeitá-los, certo? <3

Continue estudando
Post do blog

7 personalidades negras e brasileiras que te ajudam a entender o dia da Consciência Negra

O dia da Consciência Negra está chegando. Entenda mais sobre a luta contra o racismo!
artigo
Post do blog

UERJ, UNICAMP e FUVEST: os principais assuntos de História que caem nas específicas dessas universidades

Confira os principais tópicos das específicas de História da UERJ, UNICAMP e FUVEST!
artigo