Oriente Médio: Israel e Palestina, um impasse

Fala, galera do Desconversa!

Aproveitando a questão do ENEM e a proximidade do vestibular da UERJ, iniciaremos uma série de posts acerca dos conflitos no Oriente Médio. O tema de hoje é o Primeiro conflito entre judeus e palestinos, a guerra de 1948.

Desde a criação do Estado de Israel em 1947 e da retirada britânica, a palavra conflito não desapareceu do cotidiano daquela região. Os países árabes rejeitaram o plano de partilha da Palestina que propunha o estabelecimento de um estado árabe e outro judaico na região da Palestina, iniciando uma série de ataques militares com vista ao controle de territórios dentro e fora das fronteiras estabelecidas.

Cerca de dois terços dos árabes da Palestina fugiram ou foram expulsos dos territórios que ficaram sob controle judaico. As lutas terminaram com a assinatura do Armistício de Rodes, que formalizou o controle israelita das áreas alocadas ao estado de Israel juntamente com mais de metade da área alocada ao estado árabe. A Faixa de Gaza foi ocupada pelo Egito e a Cisjordânia foi ocupada pela Transjordânia, que passou a se chamar simplesmente de Jordânia.

Continue estudando
Post do blog

Questões Sobre Guerra Fria — o Mundo Bipolar

Depois de ler o resumo que preparamos com o tema “Guerra Fria: o Mundo bipolar”, você pode testar seus conhecimentos e ficar mais preparado para o assunto, respondendo as questões sobre Guerra Fria que reunimos nesse post. Elas foram tiradas de provas anteriores do ENEM e de outros vestibulares importantes.
artigo
Post do blog

Guerra Fria: o mundo bipolar

Ao fim da Segunda Guerra Mundial, dois países saíram como as maiores potências mundiais: o primeiro, Estados Unidos da América, capitalista, e o segundo, URSS, socialista, ou seja, com ideais completamente opostos, acirrando ainda mais a rivalidade entre os dois países. Foi dessa chamada disputa ideológica que surgiu a Guerra Fria. Esse período de disputa hegemônica teve esse nome por ter acontecido apenas no campo ideológico, não chegando a haver uma declaração oficial de guerra entre os blocos.
artigo