O que são preposições e palavras denotativas?

Descubra tudo sobre Palavras Invariáveis: Preposições e Palavras Denotativas com este resumo completo para te ajudar na sua prova de português!

Preposição

Definição: é a palavra invariável que relaciona dois termos da oração, subordinado um ao outro.

Nas frases:

Vou a pé.

Agiu com calma.

Perdi meu livro de cabeceira.

As palavras a, com e de são classificadas como preposições, pois exercem a função de relacionar dois termos da oração, subordinando-os entre si.

O termo que precede a preposição é chamado de regente, e o termo que sucede a preposição recebe o nome de regido. Assim, nos exemplos acima, temos:

Regente           –           Preposição      –           Regido

Vou                     –                    a                    –           pé

Agiu                    –                  com                –           calma

Livro                   –                   de                  –           cabeceira

Locução Prepositiva

Quando um conjunto de palavras estiver funcionando como preposição, receberá o nome de locução prepositiva. Eis algumas: abaixo de, acerca de, a fim de, de acordo com, junto de etc.

Classificação

As preposições se classificam em:

  • Essenciais: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás.
  • Acidentais: palavras que, não sendo propriamente preposições, podem, em determinados contextos, funcionar como tal. Por exemplo: afora, conforme, durante, exceto, salvo etc.

Combinação e contração

Algumas preposições podem aparecer unidas a outras palavras. Se na união da preposição com outra palavra não ocorrer alteração fonética, dizemos que houve combinação da preposição; caso ocorra alteração fonética, dizemos que houve contração da preposição.

Veja agora alguns casos de combinação e de contração de preposições:

COMBINAÇÃO

Ao (preposição a + artigo o).

Aos (preposição a + artigo os).

Aonde (preposição a + advérbio onde).

CONTRAÇÃO

Do (preposição de + artigo o).

Desta (preposição de + pronome esta).

Naquela (preposição em + pronome aquela).

A contração da preposição a com o artigo a(s) é representada pelo fenômeno da crase, que merece atenção especial em material específico.

Na linguagem popular, a preposição para se contrai com outras palavras, formando contrações tipo pra, pro, praí etc.

Valores das Preposições

Isoladamente, as preposições não têm significado. São meros conectivos que só têm valor se inseridos em frases.

Veja alguns desses possíveis significados:

  • Lugar

Ver de perto.

  • Origem

Ele vem de Manaus.

  • Causa

Morreu de tuberculose.

  • Assunto

Falava de política.

  • Meio

Veio de trem.

  • Posse

Casa de Paulo.

  • Matéria

Casa de madeira.

  • Companhia

Café com leite.

  • Tempo

Chegará daqui a uma semana.

  • Ausência

Casa sem teto.

Palavras Denotativas

São palavras que, embora, em alguns aspectos (ser invariável, por exemplo), assemelham-se a advérbios, não possuem, segundo a Nomenclatura Gramatical Brasileira, classificação especial.

Do ponto de vista sintático, são expletivas, isto é, não assumem nenhuma função; do ponto de vista morfológico, são invariáveis (muitas delas vindas de outras classes gramaticais); do ponto de vista semântico, são inegavelmente importantes no contexto em que se encontram.

Apesar de parecerem com o advérbio, é tradição gramatical tomar as palavras denotativas como diferentes dos advérbios.

É fato que o advérbio modifica o verbo, o adjetivo, outro advérbio ou uma oração inteira, logo não pode considerar sensato classificar sempre a palavra , por exemplo, como advérbio.

“Só ele explicou a matéria.”

O termo , na oração acima, modifica ele, portanto não pode ser advérbio, mas sim uma palavra denotativa.

“Ele só explicou a matéria.”

Aqui, o termo modifica o verbo (explicou), logo tem de ser um advérbio.

As palavras denotativas classificam-se em função da ideia que expressam.

Ideia de adição

Ainda, além disso etc.

Ex.: Comeu tudo e ainda repetiu.

Ideia de afastamento

Embora

Ex.: Foi embora daqui.

Ideia de afetividade

Ainda bem, felizmente, infelizmente

Ex.: Ainda bem que passei de ano

Ideia de aproximação

Quase, lá por, bem, uns, cerca de, por volta de etc.

Ex.: Ela quase revelou o segredo

Ideia de designação

Eis

Ex. Eis nosso carro.

Ideia de exclusão

Apesar, somente, só, salvo, unicamente, exclusive, exceto, senão, sequer, apenas etc.

Ex. Não me descontou sequer um real.

Ideia de explicação

Isto é, por exemplo, a saber etc.

Ex.: Li vários livros, a saber, os clássicos.

Ideia de inclusão

Até, ainda, além disso, também, inclusive etc.

Ex.: Eu também vou viajar.

Ideia de limitação

Só, somente, unicamente, apenas etc.

Ex.: ele veio à festa.

Ideia de realce

É que, cá, lá, não, mas, é porque etc.

Ex.: E você sabe essa questão?

O que não diria essa senhora se soubesse que já fui famoso.

Ideia de retificação

Aliás, isto é, ou melhor, ou antes etc.

Ex.: Somos três, ou melhor, quatro.

Ideia de situação

Então, mas, se, agora, afinal etc.

Ex.: Mas quem foi que fez isso?

Continue estudando
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes Demonstrativos e Indefinidos

Recentemente, falamos sobre as classes gramaticais e ensinamos o que são os pronomes. Eles são os responsáveis por acompanhar, substituir ou fazer referência ao nome. Ou seja, são palavras variáveis em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural).
artigo
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes

Leia o resumo “Classes Gramaticais: Pronomes” e resolva os exercícios abaixo.
artigo