O que são os tecidos epiteliais e conjuntivos?

Neste resumo, falaremos sobre os tecidos epiteliais e conjuntivos.

Entretanto, primeiro precisamos definir tecido para que possamos entender o restante. Tecido é o conjunto de células especializadas. Elas podem ser iguais entre si ou diferentes e juntas desempenham determinadas funções no organismo. A união de tecidos que interagem entre si formará um órgão e a união de órgãos com funções semelhantes formará um sistema. No corpo humano temos os tecidos epiteliais, conjuntivos, nervosos e musculares. Vejamos mais detalhadamente os tecidos epiteliais e conjuntivos:

Tecido Epitelial

Este tecido possui origem embrionária a partir dos três folhetos embrionários: ectoderma, mesoderma e endoderma. O ectoderma formará a epiderme, epitélio da boca e fossas nasais. Já o mesoderma formará o revestimento de cavidades corpóreas fechadas e o sistema urogenital. O endoderma, por sua vez, formará o sistema digestório e respiratório. Como o tecido epitelial irá revestir superfícies corpóreas, ele pode tanto exercer a função de proteção (como o isolamento da urina na bexiga) quanto a função de passagem de substâncias (como nos alvéolos pulmonares, onde há trocas gasosas). Logo, dependendo da função exercida, a célula possuirá uma forma e uma determinada estratificação. Vejamos quais são:

Quanto à forma da célula


  • Pavimentoso: células achatadas

  • Cúbico: células em forma de cubo

  • Prismático: células alongadas, em forma de cilindro

Quanto ao número de camadas:


  • Epitélio simples: uma única camada de células

  • Epitélio estratificado: várias camadas de células

  • Pseudo-sestratificado: única camada de células que, por apresentar células com diversos formatos e núcleos em níveis diferentes, aparenta ter várias camadas de células

Tecido epitelial
Tecido epitelial

Quanto mais camadas celulares, maior a proteção ou isolamento que o tecido epitelial exerce. Entretanto, se ele possuir poucas camadas, este tecido realizará trocas. As células epiteliais também podem formar glândulas, que por sua vez produzem secreções que serão utilizadas por outras partes do corpo.

Tecido Conjuntivo

Este tecido tem como principal característica a grande quantidade de substância intercelular e a origem mesodérmica. A substância amorfa que fica entre as células é fabricada pelo fibroblasto. Estas células originarão outros tipos de células do tecido conjuntivo. Ele pode ser dividido em tecido conjuntivo propriamente dito, tecido ósseo, tecido cartilagenoso, tecido hematopoiético e tecido adiposo.

Tecidos conjuntivos
Tecidos conjuntivos

Tecido Conjuntivo propriamente dito:


Este tecido sustenta e nutre outros tecidos que não possuem vascularização, e é considerado um tecido de preenchimento e sustentação. Os fibroblastos (ou fibrócitos) são células jovens que irão dar origem às fibras que podem ser:
fibras colágenas, que são resistentes à tração; fibras elásticas, que são de elastina e retornam à sua conformação original, e fibras reticulares, que formam uma rede de sustentação aos órgãos.

De acordo com a quantidade de fibras, o tecido pode ser frouxo, ou seja, poucas fibras, delicado e flexível, ou denso, possuindo muitas fibras, sendo mais resistente.

Tipos de células do TCPD
Tipos de células do TCPD

Outras células deste tecido são os macrófagos e os plasmócitos, que possuem uma função de defesa, onde o primeiro tem ação fagocitária e o segundo produz anticorpos. Os mastócitos produzem a heparina e a histomina, com função anticoagulante e vasodilatadora, respectivamente.

Tecido adiposo


Tecido rico em células que acumulam gordura (lipídios), os adipócitos, que também podem ser chamados de lipócitos. Este tecido possui diversas funções, tais como: isolante térmico, proteção mecânica, isolante elétrico, degradação de toxinas, além de participarem da formação de hormônios.

Tecido cartilaginoso


Possui fibras colágenas e elásticas, com consistência firme e flexível que o permite sustentar diversas partes do corpo. É encontrado no nariz, orelha, traquéia e articulações. Elas também participam do crescimento de ossos longos.

Como ele é um tecido não vascularizado, está sempre ligado ao pericôndrio, um TCPD rico em vasos sanguíneos. Os condroblastos são células jovens, que irão se tornar células maduras, chamadas de condrócitos, que formam a matriz cartilaginosa.

Tecido ósseo

Corte do tecido ósseo
Corte do tecido ósseo

Os ossos realizam a sustentação do corpo e auxiliam na sua movimentação, servindo de ponto de apoio para os músculos. Além disso, também serve de proteção para diversos órgãos, como cérebro, coração e pulmões. Os ossos são rígidos, pois além de possuírem matéria orgânica, como colágeno, também possuem uma parte inorgânica, o fosfato e carbonato de cálcio. Dentro de alguns ósseos podemos encontrar a medula óssea, que formará as células sanguíneas.

A matriz óssea é formada pelos osteócitos. Os osteoblastos fixam o cálcio no tecido, enquanto os osteoclastos destroem a matriz óssea.

Tecido Sanguíneo

Hemácias e glóbulo branco, células do tecido sanguíneo
Hemácias e glóbulo branco, células do tecido sanguíneo

O tecido sanguíneo é formado pelo sangue, composto de elementos figurados e de plasma sanguíneo. Os elementos figurados são: as hemácias, também chamadas de eritrócitos ou glóbulos vermelhos, são células anucleadas responsáveis pelo transporte de gases; os leucócitos, ou glóbulos brancos, que formam as células de defesa; e as plaquetas, ou trombócitos, que auxiliam na coagulação.

Tecido hematopoiético

Tecido hematopoiético
Tecido hematopoiético

É responsável pela produção de células sanguíneas, ou seja, glóbulos brancos e glóbulos vermelhos. A medula vermelha, encontrada no interior dos ossos, é o local  onde são formadas as células sanguíneas e é encontrada em costelas, vértebras, esterno, crânio e fêmur.

Exercícios de tecidos epiteliais e conjuntivos

1. (UFES) Com relação ao tecido epitelial, considere as afirmativas abaixo:

I. O epitélio de revestimento do tipo prismático com microvilosidades é comum aos órgãos relacionados com a absorção, como o intestino delgado.

II. As glândulas merócrinas, formadas pelo epitélio glandular, são aquelas que apresentam um ciclo secretor completo, ou seja, elaboram, armazenam e eliminam apenas a secreção.

III. O epitélio pavimentoso estratificado queratinizado apresenta uma única camada de células e recobre a superfície corporal dos mamíferos.

IV. As células epiteliais recebem a sua nutrição a partir do tecido conjuntivo subjacente, uma vez que o tecido epitelial é avascular.

V. Denominamos glândulas endócrinas aquelas que lançam parte de seus produtos de secreção na corrente sanguínea e parte em cavidades ou na superfície do corpo.

Assinale:

a) se todas forem corretas.
b) se todas forem incorretas.
c) se I, II e III forem corretas.
d) se I, IV e V forem corretas.
e) se I, II e IV forem corretas.

2. (UFV-MG) Com relação ao tecido epitelial, analise os itens I, II e III e assinale a alternativa correta:

I. Possui células justapostas, com pouca ou nenhuma substância intercelular.

II. Desempenha as funções de proteção, revestimento e secreção.

III. É rico em vasos sanguíneos, por onde chegam o oxigênio e os nutrientes para suas células.

a) somente I e III são verdadeiros
b) somente II e III são verdadeiros
c) somente I e II são verdadeiros
d) somente um deles é verdadeiro
e) todos são verdadeiros

VEJA COMO RESOLVER PASSO-A-PASSO ESTA QUESTÃO!

3. (UEL-2006) O osso, apesar da aparente dureza, é considerado um tecido plástico, em vista da constante renovação de sua matriz. Utilizando-se dessa propriedade, ortodontistas corrigem as posições dos dentes, ortopedistas orientam as consolidações de fraturas e fisioterapeutas corrigem defeitos ósseos decorrentes de posturas inadequadas. A matriz dos ossos tem uma parte orgânica protéica constituída principalmente por colágeno, e uma parte inorgânica constituída por cristais de fosfato de cálcio, na forma de hidroxiapatita. Com base no texto e nos conhecimentos sobre tecido ósseo, é correto afirmar:

a) A matriz óssea tem um caráter de plasticidade em razão da presença de grande quantidade de água associada aos cristais de hidroxiapatita.
b) A plasticidade do tecido ósseo é resultante da capacidade de reabsorção e de síntese de nova matriz orgânica pelas células ósseas.
c) O tecido ósseo é considerado plástico em decorrência da consistência gelatinosa da proteína colágeno que lhe confere alta compressibilidade.
d) A plasticidade do tecido ósseo, por decorrer da substituição do colágeno, aumenta progressivamente, ao longo da vida de um indivíduo.
e) A matriz óssea é denominada plástica porque os ossos são os vestígios mais duradouros que permanecem após a morte do indivíduo.

4. (UECE-2007) Na espécie humana, o tipo de tecido conjuntivo que forma o Tendão de Aquiles é:

a) cartilaginoso.
b) denso modelado.
c) adiposo.
d) ósseo.

5.  (UECE-2005) Para serem atravessadas pelos nutrientes, as células intestinais se apresentam:

a) pavimentosas, dando ao nutriente a oportunidade de percorrer uma pequena distância
b) esféricas, para absorver nutrientes de todas as direções
c) cúbicas, distribuindo o suco entérico uniformemente
d) prismáticas com microvilosidades, para aumentar a superfície de absorção dos nutrientes

VEJA COMO RESOLVER PASSO-A-PASSO ESTA QUESTÃO!

Gabarito

1. E

2. C

3. B

4. B

5. D

Continue estudando
Post do blog

Questões Comentadas: Tecidos Epiteliais e Conjuntivos

Leia o resumo “O que são os tecidos epiteliais e conjuntivos?” e resolva os exercícios abaixo.
artigo
Post do blog

7 Coisas que você vai aprender sobre Tecido Epitelial e Conjuntivo com o novo clipe da Taylor Swift

Já pensou em aprender sobre Tecido Epitelial e Conjuntivo com o clipe da musa pop Taylor Swift? Aqui no Desconversa isso é possível, confira!
artigo