O que é potássio e para que serve?

Veja a importância desse metal nas nossas vidas e o que a sua falta pode provocar.

O potássio é um dos metais alcalinos terrosos mais importante das nossas vidas. Sendo assim sempre surgem questionamentos a cerda desse metal, suas aplicações e a sua importância para a nossa saúde.

Pensando nisso, o Descomplica resolveu responder a alguns desses questionamentos sobre o potássio, incluindo a não só a sua importância para a indústria, mas também para o nosso organismo.

O que é o potássio?

Quimicamente falando, o potássio é um metal representado pela letra K (proveniente do grego Kalium) que pertencente à família dos metais alcalinos localizado no 4º período da tabela periódica, isso lhe confere a característica de ser o elemento mais eletropositivo e de maior raio atômico do 4º período. O potássio possui massa molar de 39g/mol e número atômico 19 e é um elemento que possui seu NOX fixo em 1+, ou seja, quando em forma iônica perde um elétron para adquirir estabilidade.

Biologicamente, o potássio é o terceiro mineral mais abundante do nosso corpo, ficando atrás somente do cálcio (Ca) e do fósforo (P) e é encontrado dissolvido em meio aquoso na sua forma catiônica K1+.

Onde podemos encontrar o potássio?

O potássio constitui cerca de 2,4% em peso da crosta terrestre, as reservas de potássio no Brasil estão diretamente relacionadas com as reservas dos seus sais. As reservas oficiais de sais de potássio no Brasil são da ordem de 13,03 bilhões de toneladas, os estados de Sergipe e do Amazonas são os que possuem as maiores reservas destes sais.

O potássio em sua forma de minério não pode ser consumido por nós como fonte diária desse mineral, logo para a introdução do mesmo em nossa dieta precisamos consumir alimentos ricos em sua composição com esse mineral. Vale ressaltar que tanto a ausência quanto o excesso de potássio pode levar a problemas de saúde.

A tabela a seguir indica alguns alimentos que possuem alto teor de potássio:

Alto teor de potássio:

  • Abacate

  • Açaí

  • Água de coco

  • Banana prata

  • Banana nanica

  • Damasco

  • Figo

  • Fruta-do-conde

  • Goiaba

  • Graviola

  • Jaca

  • Kiwi

  • Laranja pêra ou bahiana

  • Mamão

  • Maracujá

  • Melão

  • Mexerica ou tangerina

  • Nectarina

  • Uva

Outros alimentos com alto teor de potássio:

  • Grãos: feijão, ervilha, grão de bico, soja

  • Frutas secas: coco, uva passa, ameixa seca, damasco

  • Oleaginosas: nozes, avelã, amendoim, amêndoa, castanhas, pinhão

  • Sal dietéticos ou light

  • Chocolate

  • Café solúvel

Fonte: https://sbn.org.br/publico/nutricao/

Para que serve o potássio?

O potássio junto a outros eletrólitos é utilizado para conduzir os impulsos nervosos. Ele ainda é fundamental para a função cardíaca e tem um importante papel na contração do músculo esquelético, sendo assim ele ajuda a regular a pressão arterial e o metabolismo como um todo.

Sendo assim o potássio:

  • Auxilia no funcionamento do sistema nervoso;

  • É importante para o fortalecimento dos ossos;

  • Realiza o famoso processo conhecido como bomba sódio-potássio, tipo de transporte ativo é realizado em todas as células do corpo;

  • É importante para a saúde do sistema cardiovascular;

  • Auxilia o bom funcionamento dos rins e ajuda no controle de água no organismo;

  • Auxilia no alívio de dores como as da causada pelas cãibras.

A falta de potássio no organismo pode gerar problemas em qualquer um dos itens citados anteriormente, sendo os efeitos mais rapidamente notados a fraqueza nos músculos, a lentidão nos reflexos e falhas de memória, esses dois últimos causados pelo mal funcionamento do sistema nervoso.

👉 Continue estudando Tabelas Periódicas online

Como esse metal pode ser cobrado na minha prova?

Como vimos, o potássio é um metal que pode ser relacionado facilmente com várias áreas da química, portando ele poderá ser cobrado em temas completamente diferentes, seja associado as suas características químicas ou a as suas funções biológicas. Vamos treinar?

1 A produção e a transmissão do impulso nervoso nos neurônios têm origem no mecanismo da bomba de sódio-potássio. Esse mecanismo é responsável pelo transporte de íons Na+ para o meio extracelular e K+ para o interior da célula, gerando o sinal elétrico. A ilustração abaixo representa esse processo.

Para um estudo sobre transmissão de impulsos nervosos pela bomba de sódio-potássio, preparou-se uma mistura contendo os cátions Na+ e K+, formada pelas soluções aquosas A e B com solutos diferentes. Considere a tabela a seguir:

SOLUÇÃOVOLUMESOLUTOCONCENTRAÇÃO (mol/L)
A400KCl0,1
B600NaCl0,2

Admitindo a completa dissociação dos solutos, a concentração de íons cloreto na mistura, em mol/L, corresponde a:

a) 0,04

b) 0,08

c) 0,12

d) 0,16

2 Considere as informações:

  • No estado de Sergipe, encontram-se as maiores reservas brasileiras de minerais de potássio, constituídas principalmente por silvinita, composta pela associação dos minerais halita (NaCl) e silvita (KCl). O teor médio de íons potássio na silvinita é cerca de 8% em massa.

  • Na água do mar, a concentração média de íons potássio é cerca de 0,4 g/L.

O volume de água do mar que contém a mesma massa de íons potássio existente em cada tonelada de silvinita é

a) 2.000.000 L.

b) 200.000 L.

c) 200 L.

d) 2.000 L.

e) 20.000 L.

3 A radioatividade existe naturalmente na natureza devido à composição química da matéria. Exemplo disto são alimentos como a castanha do Brasil e a banana, que possuem radioatividade devido à presença dos radioisótopos do rádio (22688Ra) e do potássio (3919K) respectivamente.

Dados: K (Z = 19); Ca (Z = 20).

A respeito destes processos, é CORRETO afirmar.

a) A radioatividade dos radioisótopos dos elementos citados acima ocorre porque eles fazem parte dos metais alcalinos e alcalinos terrosos, os quais são altamente reativos.

b) Um dos radioisótopos do potássio possui massa 40 g mol -1 e número atômico 18.

c) O radioisótopo do potássio, que possui massa 40 g mol -1, formaria o Cálcio (40 g mol-1) por emissão β-.

d) O radioisótopo rádio, cuja massa é de 223 g mol -1, emite uma partícula β- e forma o radônio cuja massa é de 219 g mol -1.

e) A emissão β- presente no radioisótopo do rádio é uma emissão de pósitron que reduz o número atômico do elemento.

4 Na coluna da direita, estão listados cinco elementos da tabela periódica; na da esquerda, a classificação desses elementos.

Associe a coluna da direita à da esquerda.

( ) Alcalino1 Magnésio
( ) Halogênio2 Potássio
( ) Alcalino terroso3 Paládio
( ) Elemento de transição4 Bromo
5 Xenônio

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

a) 1 – 2 – 3 – 4.

b) 2 – 4 – 1 – 3.

c) 2 – 4 – 3 – 5.

d) 3 – 2 – 4 – 5.

e) 4 – 2 – 1 – 3.

5 Com relação à classificação periódica dos elementos, afirma-se que o

a) mercúrio é um ametal líquido à temperatura ambiente.

b) hidrogênio é um metal alcalino localizado na 1ª coluna.

c) potássio é o elemento mais eletropositivo do 4º período.

d) oxigênio é o elemento menos eletronegativo da 16ª coluna.

GABARITO

1 – D

2 – B

3 – C

4 – B

5 – C

👉 Continue estudando Tabelas Periódicas online

A maior sala de aula direto da sua casa!Junte-se aos 230 mil alunos que descobriram como melhorar os resultados estudando online!

👉 Clique aqui e saiba como!

Continue estudando
Post do blog

Tabela Periódica: Organização e Propriedades

Ainda fica perdido na Tabela Periódica? A gente te ajuda! Vem cá e garanta sua nota 10 na sua prova de química!
artigo
Post do blog

Quais são as principais relações numéricas que usamos na Química?

Massa atômica, massa molecular, massa e volume molar: você sabe como calcular essas relações numéricas e químicas? A gente te ensina tudo nesse resumo!
artigo