Modelo de Redação: O papel da literatura na formação dos valores da sociedade

Sabe aquele tema de redação que nós indicamos para você no Plano de Estudos da Semana 16? Ele virou um modelo de redação aqui no blog, feita pelo monitor Wesley Carvalho, para você se inspirar e comparar com a sua própria redação. Confira!


Em ‘’A literatura e a formação do homem’’, o sociólogo e professor Antônio Cândido fala sobre a função humanizadora da literatura considerando as suas três funções: a psicológica, a formativa de tipo educacional e a de conhecimento de mundo e de ser. Nesse sentido, ela é indispensável a quem quer que seja, pois contribui não somente com o enriquecimento intelectual e cultural, mas também desenvolve o senso crítico e amplia a visão de sociedade.

Além de ser uma importante fonte de conhecimento, a literatura permite reflexões e auxilia no entendimento dos sentimentos, mesmo quando há apenas uma representação de uma realidade. Em diversas obras são expostas as mais diversas condições humanas e segundo o crítico literário Roland Barthes, as dimensões culturais da literatura são capazes de dar ao indivíduo condições para o seu desenvolvimento. Desse modo, ela contribui para que o homem se transforme e, enquanto sujeito social, transforme também o seu redor.

Ao ser considerado o contexto escolar, a literatura deve ter especial atenção, uma vez que alguns autores, nas mais diversas épocas, levantaram em suas obras discussões sociais que ainda se mantém atuais. A leitura de obras como Vidas Secas, de Graciliano Ramos e Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto, permite aos alunos o contato com histórias às vezes até diferentes das suas, mas que, mesmo se tratando de ficções, não deixam de retratar realidades diversas.

É valido destacar que repensar a sociedade e questionar valores foi e continua sendo a preocupação de muitos escritores. No realismo, por exemplo, movimento artístico e cultural que se desenvolveu na metade do século XIX, a abordagem de temas sociais permeou muitos escritos. Diversos romances tinham como ponto de partida e de discussão as denúncias sociais, trazendo à tona a realidade dos marginalizados. Buscavam, com isso, retratar a sociedade de maneira mais real, sem idealizações; chamaram a atenção para a necessidade de tratar a todos de maneira igual, sem nenhuma distinção.

Fica evidente, portanto, que a literatura é essencial a todos. Para maximizar o seu potencial, cabe ao poder público garantir acesso às produções literárias, investindo em construções de espaços de leitura como as bibliotecas; compete à escola formar leitores críticos e capazes de refletir a respeito do universo no qual estão inseridos; à mídia difundir os conhecimentos literários por meio dos mais diversos formatos e linguagens. Afinal, literatura não é somente arte: é também um importante instrumento de transformação social.

Continue estudando
Post do blog

Modelo de Redação: A violência escolar no Brasil

Modelo de Redação: A violência escolar no Brasil
artigo
Post do blog

Modelo de Redação: O suicídio entre os jovens brasileiros – Como enfrentar esse problema?

Modelo de Redação: O suicídio entre os jovens brasileiros – Como enfrentar esse problema?
artigo