Modelo de Redação: Dissertação Argumentativa – Liberdade

Sabe aquele tema de redação que nós indicamos para você na Semana 42? Ele virou um modelo de redação aqui no blog, feito pela monitora Gianne Frade, para você se inspirar e comparar com a sua própria redação. Confira!

Veja aqui a coletânea de textos completa para este tema e faça já a sua redação: Dissertação Argumentativa – Liberdade.


O que é, o que é a tal liberdade?

Nos séculos XIX e XX, no auge do pensamento moderno, muito se pensava a respeito da liberdade. “O que é? O que ela representa? De que maneira podemos atingi-la?”. Somos herdeiros da época em que as lutas pela liberdade ganharam força: Panteras Negras, movimento feminista, movimento dos trabalhadores sem terra, sindicatos de trabalhadores; herdeiros de um pensamento capitalista que – cremos – gera homens livres em série. Apesar disso, pouco – ou quase nada – sabemos ou mesmo desconhecemos essa virtude que tanto almejamos, que é encarada como um artigo de primeira necessidade pela nossa sociedade.

Em primeiro lugar, é importante termos em mente que a liberdade não é um estado permanente, como se costuma imaginar. Uma pessoa dita livre hoje pode não ser amanhã, e vice versa. Isso porque, hora ou outra, essa condição pode dar lugar às prisões que conhecemos, sejam elas literais ou não, como os impedimentos que podem ser encontrados ao longo da vida. Além disso, ainda que queiramos muito, estamos longe de alcançar a liberdade plena que almejamos. Vivemos num mundo de padrões e de julgamentos que tolhem e impedem as pessoas de serem e fazerem aquilo que sonham e desejam.

A liberdade é, nesse sentido, algo difícil de alcançar, mas não impossível, já que os padrões e códigos sociais que nos cercam são passíveis de mudança, ou mesmo de extinção. As lutas da modernidade, por exemplo, tiveram continuidade e perduram até os dias de hoje. Graças a elas, atualmente, tantos povos oprimidos tem seus direitos conquistados e, a partir deles, a possibilidade de, livremente, fazer escolhas.

A isto se dá, portanto, o nome de liberdade. O direito ou, mais do que isso, o poder de ser, fazer, dizer, escolher o que se quer. É preciso que continuemos caminhando em busca desse substantivo em nossa sociedade. Assim, futuramente, não precisaremos questionar o que ele é ou para que serve, já que nossos descendentes terão essa marca de nascença.

Continue estudando
artigo
Post do blog

Modelo de Redação: A violência escolar no Brasil

Modelo de Redação: A violência escolar no Brasil
artigo
Post do blog

Modelo de Redação: O suicídio entre os jovens brasileiros – Como enfrentar esse problema?

Modelo de Redação: O suicídio entre os jovens brasileiros – Como enfrentar esse problema?