Modelo de Redação: Carta Argumentativa – A importância da literatura nas escolas

Sabe aquele tema de redação que nós indicamos para você na Semana 39? Ele virou um modelo de redação aqui no blog, feito pela monitora Maria Carolina, para você se inspirar e comparar com a sua própria redação. Confira!

Veja aqui a coletânea de textos completa para este tema e faça já a sua redação: Carta Argumentativa – A importância da literatura nas escolas.


Senhor Diretor,

Como é de seu conhecimento, o ensino público precisa de novas estratégias que atraiam os alunos ao aprendizado e senso crítico, melhorando, a qualidade educacional. Sempre tive o apreço pela leitura, pois, desde pequeno, meus pais me instigavam a desvendar os mistérios escondidos nas entrelinhas. No entanto, o que percebo em classe é que meus colegas desconhecem essa paixão, visto que nossa escola não os estimula à leitura e acarreta com que esses, sequer, tenham o contato com a literatura.

Castro Alves, Machado de Assis, Guimarães Rosa e Clarice Lispector são nomes esquecidos na classe do Ensino Médio. Neste sentido, professores se desestimulam a indicar o desfrute dessas obras, uma vez que a própria coordenação restringe o docente a transmitir o conteúdo “necessário” para aprovar nas avaliações finais, o que confirma que os estudantes se engajam de acordo com a 3ª Lei de Newton; pois uma ação medíocre de entusiasmo produz uma reação de igual intensidade.

Deste modo, a Literatura atua como ferramenta de transformação humana. Castro Alves teve a sensibilidade de despertar a justiça em um contexto escravocrata, Machado criticou e expôs os problemas omissos do homem, Guimarães defendeu uma identidade brasileira marcada pela desigualdade e, não menos importante, Clarice fomentou a nossa epifania existencial. Tais autores e suas vastas obras ajudaram a criar a liberdade de pensamento e romperam com as normas de uma sociedade padronizada. Logo, não seria apropriado que os docentes incitassem os alunos ao questionamento sobre a vida, sociedade, história e arte em vez de ingerir um conteúdo pronto para a reprodução?

Tenho certeza, Senhor Diretor, que lançar propostas que mudem o cenário gerará uma escola mais representativa e integradora. Aliado à sua eficiência de liderar com a troca de experiência entre os professores, a criação de feiras literárias, a instalação de uma biblioteca, provas sobre as obras, filmes e o debate em sala acerca dos escritores são medidas que atrairiam os estudantes à leitura e ao conhecimento.

Espero tê-lo convencido de que a subjetividade literária corrobora, portanto, com o despertar da essência do ser e à compreensão de contextos diferentes que se eternizam nas marcas daqueles que não escrevem só com palavras, mas com fascínio.

Atenciosamente,

Um estudante.

Continue estudando
Post do blog

Modelo de Redação: A violência escolar no Brasil

Modelo de Redação: A violência escolar no Brasil
artigo
Post do blog

Modelo de Redação: O suicídio entre os jovens brasileiros – Como enfrentar esse problema?

Modelo de Redação: O suicídio entre os jovens brasileiros – Como enfrentar esse problema?
artigo