Mapa Mental: Introdução de Redação

Ainda não sabe como fazer uma introdução de redação? Vem cá e descubra tudo com este mapa mental que vai te levar à sua nota 1000!

Quando uma banca pede uma dissertação entre 25 e 30 linhas, ela quer que você mostre ao longo do texto os conhecimentos gerais adquiridos ao longo de sua formação sobre o tema. Sabendo disso, se liga nessa lista que vai apontar algumas coisas que você deve ou não fazer na sua redação.

1 – Conhecimentos gerais ou específicos?

São muito bem-vindos, porém como referências, argumentos de autoridade. A redação do ENEM não espera que você aprofunde o tema de forma técnica, nem que você seja um especialista no assunto. Simplesmente mostre conhecimento de mundo e uma boa construção argumentativa, claro, sem fugir do tema.

2- Leitura

A leitura de jornais, revistas e sites de notícias enriquece muito a bagagem do candidato na hora de elaborar o texto. Através dela, o aluno adquire conhecimento de mundo e conteúdo para falar sobre diferentes assuntos que estejam rolando no cenário mundial e nacional.

3- Capacidade de articulação e associação de ideias

Essa é a competência número 3 do ENEM, a coerência. Aqui, o candidato precisa ser capaz de articular e associar as diversas informações de diferentes meios de comunicação a respeito do tema proposto, mostrando capacidade de filtrar informações relevantes para o enriquecimento do texto.

4- Interdisciplinaridade

O ENEM gosta muito da interdisciplinaridade. O que é isso? Bom, é a capacidade de articular e associar referências entre as diferentes disciplinas/diversos campos de conhecimento.

Continue estudando
Post do blog

Questões Comentadas: Coesão Textual

Leia o resumo O que é Coesão Textual e Coerência Textual?” e resolva o exercício abaixo.
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Estrutura da Dissertação

Aprenda a Estrutura da Dissertação para arrasar na redação do ENEM e garantir sua nota 1000! 😀
artigo