Mapa Mental: Análise de Textos e Fenômenos Linguísticos

Quer saber mais sobre Análise de Textos e Fenômenos Linguísticos? Dá uma olhada nesse mapa mental e fique por dentro de tudo sobre Ambiguidade, Polissemia, Tipos de Discurso e Intertextualidade!

1. Ambiguidade

Ambíguo é tudo aquilo que pode ter mais de um sentido.

Você sabia que ambiguidade também pode ser chamado de “Anfibologia”?

Anfibologia vem do grego amphibolia e é considerado um vício de linguagem. É a duplicidade de sentido em uma construção sintática, quando permite mais de uma interpretação.

A ambiguidade pode ser proposital ou não. Quando não é proposital, pode-se chamar de ato falho ou acontecer por descuido de quem fala ou escreve na organização sintática.

Ex.: Matarei o porco do meu tio hoje. (Matarei o animal que pertence ao meu tio? Ou, além de xingar meu tio, ainda cometerei um assassinato?)

Existem dois tipos de ambiguidade, a lexical e a estrutural.

a) Ambiguidade Lexical

Quando uma determinada palavra pode assumir mais de um significado, como acontece com a polissemia:

Ex.: Pedi o prato mais caro!

b) Ambiguidade Estrutural

Quando a ambiguidade é provocada pela posição das palavras em um enunciado, gerando má compreensão.

Ex.: Ana ficou chateada com minha irmã por sua casa estar desarrumada. (A casa de quem está desarrumada? De Ana ou de minha irmã?)

A palavra “sua” pode referir-se tanto à casa de Ana quanto à de minha irmã, causando a ambiguidade.

QUER SABER MAIS SOBRE AMBIGUIDADE, POLISSEMIA, TIPOS DE DISCURSO E INTERTEXTUALIDADE? VEM VER ESSE RESUMO COMPLETO!

Continue estudando
Post do blog

Conheça 4 exemplos de intertextualidade encontrados na “Canção do Exílio”

Todo aluno do Descomplica já ouviu falar na “Canção do Exílio”, obra prima de Gonçalves Dias, escritor da primeira fase do Romantismo e constantemente usadas nos exercícios da língua português dos principais vestibulares do Brasil.
artigo
Post do blog

4 tirinhas que irão acabar com suas dúvidas entre ambiguidade e polissemia!

Ainda tem dúvidas sobre ambiguidade e polissemia? Vem dar uma olhada nessas quatro tirinhas para ficar por dentro de tudo!
artigo