Globalização; Parte 1

Olá, boa noite, meus nerds queridos! 🙂

Aproveitaram bastante o final de semana? Infelizmente, assim como a incrível Olimpíada de Londres, ele chegou ao fim. E agora chegou a hora de voltar a rotina e manter o foco nos estudos!

O tema de hoje é, sem dúvidas, um dos mais importantes para qualquer vestibular. Falaremos sobre o processo de Globalização. Na primeira parte, estudaremos o que é de fato essa Globalização, suas origens e características. Já na segunda parte, o foco será na relação Globalização blocos econômicos e o desenvolvimento da internet e das redes sociais.

E aí, preparados? Então, vamos lá! 🙂

– O que é Globalização?

Globalização é um processo econômico e social que possibilita uma integração entre países e cidadãos de todo o planeta. É por meio desse processo que pessoas, governos e empresas trocam informações, praticam negociações financeiras e comerciais e levam aspectos culturais, específicos de cada país, para todas as regiões do mundo.

É também por meio da globalização que surge o conceito de aldeia global, cujo o significado é uma rede de conexões responsável por deixar os países e regiões muito mais aproximados, possibilitando com mais facilidade, rapidez e eficiência as relações culturais e econômicas.

– Origens e Características da Globalização:

Muitos são os historiadores que defendem que o processo de Globalização teve seu início nos séculos XV e XVI com as Grandes Navegações e a Expansão Marítima. Foi nesse contexto histórico que o cidadão europeu teve seu primeiro contato com civilizações de outros continentes, começando a estabelecer relações comerciais e culturais. Contudo, a Globalização se desenvolveu, de fato, já no final do século XX, período marcado pela queda do socialismo na União Soviética, no leste europeu e no mundo. A política do neoliberalismo, que entrou em evidência na década de 1970, foi responsável por impulsionar o processo de Globalização.

Devido a saturação dos mercados internos, diversas empresas multinacionais começaram a buscar novos mercados consumidores, principalmente dos países que haviam saído recentemente da política socialista. A concorrência fez com que as empresas utilizassem com mais frequência recursos tecnológicos visando baratear os preços, e também para estabelecer contatos comerciais e financeiros de forma mais rápida, eficaz e eficiente. Com base nesse contexto, começa a ocorrer uma utilização em massa da internet, das redes de computadores, dos meios de comunicação via satélite e etc.

Outra característica muito importante que se iniciou com a Globalização foi o barateamento do processo produtivo pelas indústrias. Foram muitas as que passaram a produzir suas mercadorias em vários países distintos, que possuem mais incentivos financeiros para a produção, com o objetivo de reduzir os custos. A opção é por países onde a mão-de-obra, a matéria-prima e a energia são mais baratas. Atualmente, uma mercadoria pode ser idealizada nos Estados Unidos, fabricada no Vietnã com matéria prima brasileira, sendo vendida em qualquer parte do mundo.

As nações integrantes dos tigres asiáticos (Coréia do Sul, Taiwan, Cingapura e Hong Kong) souberam usufruir dos benefícios da Globalização. Investiram bastante em tecnologia e educação nas últimas décadas. Como consequência, conseguiram baratear os custos de produção e agregar novas tecnologias aos produtos. Na dinâmica econômica atual, são grandes exportadores e possuem ótimos índices de desenvolvimento econômico e social.

*

E aí, descomplicou? Espero que tenham gostado! 🙂

Fiquem ligados que já já vem a segunda parte falando sobre o surgimento dos blocos econômicos e o desenvolvimento da internet.

Até a próxima e bons estudos! 🙂

Continue estudando
Post do blog

Questões Comentadas: Neoliberalismo

Leia o resumo “O que é Neoliberalismo?” e resolva os exercícios abaixo.
artigo
Post do blog

Questões Comentadas: Globalização

Leia o resumo “O que é  Globalização?” e resolva os exercícios abaixo.
artigo