Exercícios Resolvidos: Jânio Quadros e João Goulart

Leia o resumo Jânio Quadros e João Goulart: Democracia em xeque e resolva os exercícios abaixo.

Jânio Quadros.
Jânio Quadros.

1. (Unesp) Assinale a alternativa correta sobre a denominada política externa independente do governo Jânio Quadros:

a) Manter o país atrelado ao bloco socialista e participando do processo de divisão mundial do trabalho.

b) Submeter projetos de desenvolvimento nacional à apreciação de um comitê norte-americano.

c) Captação de recursos internos para a solução de todos os problemas sociais.

d) Assumir a defesa da Aliança para o Progresso e apoiar a política de isolamento de Cuba.

e) Reatamento de relações diplomáticas com a União Soviética e apoio à tese de autodeterminação dos povos.

2. (Cesgranrio) Após a renúncia de Jânio Quadros, em 25 de agosto de 1961, os ministros militares julgaram inconveniente à segurança nacional o regresso do presidente João Goulart (então no estrangeiro) ao Brasil, a fim de tomar posse. Temendo a deflagração de uma guerra civil ou golpe militar, o Congresso contornou a crise aprovando um Ato Adicional à Constituição de 1946, para limitar os poderes do novo presidente. Por esse Ato Adicional:

a) Foi instaurado o sistema parlamentarista de governo.

b) O vice-presidente não seria mais considerado presidente do Congresso Nacional.

c) Admitia-se a pena de morte para os casos de subversão.

d) Instalava-se a Revolução de 1964

e) Estabeleceu-se o Ato Institucional nº 5, e o Congresso entrou em recesso.

3. (ENEM) A moderna democracia brasileira foi construída entre saltos e sobressaltos. Em 1954, a crise culminou no suicídio do presidente Vargas. No ano seguinte, outra crise quase impediu a posse do presidente eleito, Juscelino Kubitschek. Em 1961, o Brasil quase chegou à guerra civil depois da inesperada renúncia do presidente Jânio Quadros. Três anos mais tarde, um golpe militar depôs o presidente João Goulart, e o país viveu durante vinte anos em regime autoritário.

A partir dessas informações, relativas à história republicana brasileira, assinale a opção correta.

a) Ao término do governo João Goulart, Juscelino Kubitschek foi eleito presidente da República.

b) A renúncia de Jânio Quadros representou a primeira grande crise do regime republicano brasileiro.

c) Após duas décadas de governos militares, Getúlio Vargas foi eleito presidente em eleições diretas.

d) A trágica morte de Vargas determinou o fim da carreira política de João Goulart.

e) No período republicano citado, sucessivamente, um presidente morreu, um teve sua posse contestada, um renunciou e outro foi deposto.

GABARITO

1. E

Comentário: O governo de Jânio Quadros foi muito complicado; talvez, por isso, tenha durado tão pouco tempo. Jânio Quadros não tinha muita relevância nas decisões que tomava e agia de maneira quase autônoma, pois, mesmo sabendo da importância de manter relações com os Estados Unidos, resolveu reatar laços com a União Soviética, o que nos leva à alternativa correta: letra E.

2. A

Comentário: A alternativa E nos remete à época da ditadura militar, e este não é o período que estamos tratando. A alternativa D sugere a instauração da ditadura em 1961, o que não procede. Não procede também a afirmação da implantação de pena de morte contida na alternativa C. A letra B sugere que Jango não teria assumido o poder, mas sabemos que não é isso que acontece. O correto é a letra A, que mostra que um novo sistema foi instaurado no Brasil a fim de limitar o poder do presidente.

3. E

Comentário: A primeira alternativa já se encontra errada no momento em que coloca Jango como presidente antes de Juscelino, quando na verdade o primeiro foi vice-presidente no governo do segundo. Jânio Quadros nem de longe representou a primeira grave crise republicana e Vargas não foi eleito após a ditadura militar, o que inviabiliza as alternativas B e C. A morte de Vargas não fez com que a carreira de Jango acabasse, e, sim, que sofresse um impulso. A alternativa correta é a letra E, que relata cronologicamente os acontecimentos de cada um dos presidentes citados.

Continue estudando
Post do blog

A República Democrática no Brasil: De Dutra à JK

A chamada República Democrática no Brasil consiste no período de 1946 (com o fim do Estado Novo de Vargas) até 1964 (com o golpe civil-militar). Essa república teve início devido à pressão para que Vargas deixasse o poder e convocasse eleições, deixando assim o poder.
artigo
Post do blog

Exercícios: A República Democrática no Brasil – De Dutra à JK

Leia o resumo “A República Democrática no Brasil: De Dutra à JK” e responda as questões abaixo.
artigo