Dissertação – Erros na Introdução

Olá!

Hoje terminaremos o módulo “Introdução de Dissertação“. Depois, entraremos com tudo no desenvolvimento, o “recheio” da redação. Assim sendo, preciso ainda falar sobre os principais erros em uma introdução. Afinal, além de saber o que fazer, temos que saber o que não fazer…é o que sempre digo!

Bem, por incrível que pareça, o erro que os candidatos mais cometem é não introduzir o tema! Não se esqueçam de que vocês precisam, SEMPRE, falar sobre o tema proposto logo na introdução. O desenvolvimento vem depois, então não é o momento para aprofundar nenhum argumento. No entanto, o leitor precisa saber sobre o que aquele texto trata logo no início.

Além disso, é preciso evitar clichês e lugares-comuns. Originalidade é sempre o melhor caminho, e embora essas construções previsíveis não signifiquem perdas (de notas e/ou pontuação), elas também não garantem ganhos. Por isso, evitem clichês como “A humanidade, desde os primórdios…”, “Na conjuntura brasileira contemporânea, muito se tem discutido sobre…”. Aliás, com esta última, é preciso ter cuidado redobrado. Afinal, para dizer “muito se tem discutido”, é preciso que o tema, de fato, seja muito falado! Pode parecer óbvio, mas dizer algo como “Na atualidade, muito se tem discutido sobre os medicamentos genéricos”. Discutimos muito isso atualmente? Não há vários assuntos muito mais falados e comentados? Atente para isso!

Evitando esses erros, podemos garantir um bom começo para a redação!

No próximo post, voltarei com uma redação pronta da Fuvest para, então, começarmos o desenvolvimento!

Até lá!

Continue estudando
Post do blog

Questões Comentadas: Coesão Textual

Leia o resumo O que é Coesão Textual e Coerência Textual?” e resolva o exercício abaixo.
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Estrutura da Dissertação

Aprenda a Estrutura da Dissertação para arrasar na redação do ENEM e garantir sua nota 1000! 😀
artigo