Biologia: Lipídios, Proteínas e Vitaminas

Para começar a semana bem, hoje teremos uma aula incrível sobre Lipídios, Proteínas e Vitaminas com os professores Rubens Oda e Alexandre Bandeira! 🙂 Para não perder essa aula, é só conferir o horário aqui no post e baixar o material!

#DescomplicaAoVivo
#DescomplicaAoVivo

Biologia: Lipídios, Proteínas e Vitaminas
Turma da Manhã: 9:00 às 10:00, com o professor Alexandre Bandeira
Turma da Noite: 18:30 às 19:30, com o professor Rubens Oda

MATERIAL DE AULA AO VIVO

Lipídios

• Substâncias orgânicas insolúveis em água e solúveis em certos solventes orgânicos apolares, álcool, benzina e éter.

Proteínas

• Componentes fundamentais com diversas funções: estrutural, hormonal, enzimática, defesa, transporte, reconhecimento.
• Unidade formadora – monômero: Aminoácido


• Aminoácidos se ligam por ligações peptídicas:


• Proteínas são formadas por uma sequência específica de aminoácidos determinada geneticamente.
• Estrutura da proteína:

• Algumas funções das proteínas:

• Enzimas: são proteínas catalisadoras – diminuem o gasto energético e aceleram as reações. As enzimas agem especificamente em seus substratos – sítio ativo X substrato.


Alguns fatores podem interferir na funcionalidade enzimática:

Colesterol

Tipos:
HDL – “Mau Colesterol” – Transporta excesso de colesterol para o fígado.
LDL – “Bom Colesterol” – Transporta o colesterol do fígado para as células dos tecidos.

Vitaminas

• São substâncias reguladoras do metabolismo.
• Não são produzidas pelo organismo humano, e sim por autotróficos.
• Muitas são cofatores enzimáticos

Classificação:
Hidrossolúveis: solúveis em água. Excesso facilmente liberado pela urina. Vitamina C e vitaminas do complexo B.
Lipossolúveis: se dissolvem em gorduras, sendo absorvidas e transportadas pelos lipídios da dieta alimentar. São as vitaminas A, D, E e K.

1. Defende-se que a inclusão da carne bovina na dieta é importante, por ser uma excelente fonte de proteínas. Por outro lado, pesquisas apontam efeitos prejudiciais que a carne bovina traz à saúde, como o risco de doenças cardiovasculares. Devido aos teores de colesterol e de gordura, há quem decida substituí-la por outros tipos de carne, como a de frango e a suína. O quadro a seguir apresenta a quantidade de colesterol em diversos tipos de carne crua e cozida.

Com base nessas informações, avalie as afirmativas a seguir. I. O risco de ocorrerem doenças cardiovasculares por ingestões habituais da mesma quantidade de carne é menor se esta for carne branca de frango do que se for toucinho. II. Uma porção de contrafilé cru possui, aproximadamente, 50% de sua massa constituída de colesterol. III. A retirada da pele de uma porção cozida de carne escura de frango altera a quantidade de colesterol a ser ingerida. IV. A pequena diferença entre os teores de colesterol encontrados no toucinho cru e no cozido indica que esse tipo de alimento é pobre em água.

É correto apenas o que se afirma em:
a) I e II.
b) I e III.
c) II e III.
d) II e IV.
e) III e IV.
2. O milho verde recém-colhido tem um sabor adocicado. Já o milho verde comprado na feira, um ou dois dias depois de colhido, não é mais tão doce, pois cerca de 50% dos carboidratos responsáveis pelo sabor adocicado são convertidos em amido nas primeiras 24 horas. Para preservar o sabor do milho verde pode-se usar o seguinte procedimento em três etapas:
1º descascar e mergulhar as espigas em água fervente por alguns minutos;
2º resfriá-las em água corrente;
3º conservá-las na geladeira.

A preservação do sabor original do milho verde pelo procedimento descrito pode ser explicada pelo seguinte argumento.
a) O choque térmico converte as proteínas do milho em amido até a saturação; esse ocupa o lugar do amido que seria formado espontaneamente.
b) A água fervente e o resfriamento impermeabilizam a casca dos grãos do milho, impedindo a difusão de oxigênio e a oxidação da glicose.
c) As enzimas responsáveis pela conversão desses carboidratos em amido são desnaturadas pelo tratamento com água quente.
d) Microorganismos que, ao retirarem nutrientes dos grãos, convertem esses carboidratos em amido, são destruídos pelo aquecimento.
e) O aquecimento desidrata os grãos de milho, alterando o meio de dissolução onde ocorreria espontaneamente a transformação desses carboidratos em amido.
3. TEXTO I
É evidente que a vitamina D é importante — mas como obtê-la? Realmente, a vitamina D pode ser produzida naturalmente pela exposição à luz do sol, mas ela também existe em alguns alimentos comuns. Entretanto, como fonte dessa vitamina, certos alimentos são melhores do que outros. Alguns possuem uma quantidade significativa de vitamina D, naturalmente, e são alimentos que talvez você não queira exagerar: manteiga, nata, gema de ovo e fígado.
Disponível em: http://saude.hsw.uol.com.br. Acesso em: 31 jul. 2012.

TEXTO II
Todos nós sabemos que a vitamina D (colecalciferol) é crucial para sua saúde. Mas a vitamina D é realmente uma vitamina? Está presente nas comidas que os humanos normalmente consomem? Embora exista em algum percentual na gordura do peixe, a vitamina D não está em nossas dietas, a não ser que os humanos artificialmente incrementem um produto alimentar, como o leite enriquecido com vitamina D. A natureza planejou que você a produzisse em sua pele, e não a colocasse direto em sua boca. Então, seria a vitamina D realmente uma vitamina?
Disponível em: www.umaoutravisao.com.br. Acesso em: 31 jul. 2012.

Frequentemente circulam na mídia textos de divulgação científica que apresentam informações divergentes sobre um mesmo tema. Comparando os dois textos, constata-se que o Texto II contrapõe-se ao I quando:
a) comprova cientificamente que a vitamina D não é uma vitamina.
b) demonstra a verdadeira importância da vitamina D para a saúde.
c) enfatiza que a vitamina D é mais comumente produzida pelo corpo que absorvida por meio de alimentos.
d) afirma que a vitamina D existe na gordura dos peixes e no leite, não em seus derivados.
e) levanta a possibilidade de o corpo humano produzir artificialmente a vitamina D.

Gabarito

1. E
2. C
3. C

LISTA DE EXERCÍCIOS

1. A obesidade, que nos países desenvolvidos já é tratada como epidemia, começa a preocupar especialistas no Brasil. Os últimos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares, realizada entre 2002 e 2003 pelo IBGE, mostram que 40,6% da população brasileira estão acima do peso, ou seja, 38,8 milhões de adultos. Desse total, 10,5 milhões são considerados obesos. Várias são as dietas e os remédios que prometem um emagrecimento rápido e sem riscos. Há alguns anos foi lançado no mercado brasileiro um remédio de ação diferente dos demais, pois inibe a ação das lipases, enzimas que aceleram a reação de quebra de gorduras. Sem serem quebradas elas não são absorvidas pelo intestino, e parte das gorduras ingeridas é eliminada com as fezes. Como os lipídios são altamente energéticos, a pessoa tende a emagrecer. No entanto, esse remédio apresenta algumas contraindicações, pois a gordura não absorvida lubrifica o intestino, causando desagradáveis diarreias.
Além do mais, podem ocorrer casos de baixa absorção de vitaminas lipossolúveis, como as A, D, E e K, pois
a) essas vitaminas, por serem mais energéticas que as demais, precisam de lipídios para sua absorção.
b) a ausência dos lipídios torna a absorção dessas vitaminas desnecessária.
c) essas vitaminas reagem com o remédio, transformando-se em outras vitaminas.
d) as lipases também desdobram as vitaminas para que essas sejam absorvidas.
e) essas vitaminas se dissolvem nos lipídios e só são absorvidas junto com eles.
2. O colesterol tem sido considerado um vilão nos últimos tempos, uma vez que as doenças cardiovasculares estão associadas a altos níveis desse composto no sangue. No entanto, o colesterol desempenha importantes papéis no organismo.
Analise os itens a seguir:
I. O colesterol é importante para a integridade da membrana celular.
II. O colesterol participa da síntese dos hormônios esteróides.
III. O colesterol participa da síntese dos sais biliares.

Da análise dos itens, é correto afirmar que:
a) somente I é verdadeiro.
b) somente II é verdadeiro.
c) somente III é verdadeiro.
d) somente I e II são verdadeiros.
e) I, II e III são verdadeiros.
3. Os fenilcetonúricos têm falta de uma enzima do fígado responsável pelo metabolismo do aminoácido fenilalanina. Para que essa substância não se acumule no sangue, sua dieta alimentar deve se restringir, dentre os nutrientes mencionados a seguir:
a) as proteínas apenas.
b) aos carboidratos apenas.
c) às gorduras apenas.
d) às gorduras e aos carboidratos.
e) às gorduras e às proteínas.
4. As enzimas, biocatalizadoras de indução de reações químicas, reconhecem seus substratos através da:
a) Temperatura do meio.
b) Forma tridimensional das moléculas.
c) Energia de ativação.
d) Concentração de minerais.
e) Reversibilidade da reação.
Gabarito

1. D
2. E
3. A
4. B

Continue estudando
Post do blog

Mapa Mental: Lipídios, Proteínas e Vitaminas

Já pensou em estudar Lipídios, Proteínas e Vitaminas com um mapa mental incrível? Você não pode perder esse aqui! =)
artigo
Post do blog

Proteínas: o que são, tipos e classificação

Saiba como são formadas as proteínas, todos os tipos de classificações e as diversas funções que esta importante molécula orgânica pode exercer no corpo humano.
artigo