4 sertanejos universitários que te ensinam muito sobre os Pronomes

Saiba mais sobre os Pronomes com sertanejos universitários e aprenda da melhor forma possível para o Enem e vestibulares: se divertindo!

O que você tem a nos dizer sobre o sertanejo universitário? Vai dizer que esse estilo musical só serve de psicólogo na hora da sofrência ou vai dizer que isso não é música?! Sabe de nada, inocente! O Sertanejo Universitário está bombando mais do que nunca! Selecionamos quatro músicas desse estilo musical que te dizem muito sobre o uso dos pronomes. Duvida? Confere aqui embaixo:

1- Você e a gramática se amando…

No trecho “Nós dois se amando e a lua por testemunha”… a norma culta parte dessa para melhor. Verdade seja dita e vamos te explicar o porquê. Nesse trecho, o verbo “amar” é classificado como verbo reflexivo pois aparece acompanhado de um pronome oblíquo átono. No entanto, é inegável que foi usado um pronome errado, não? Quando o verbo tem valor recíproco, o “se” significa “um ao outro” e estaria correto, na música, se o sujeito do trecho fosse “a gente”. Contudo, como o sujeito é “nós”, o pronome oblíquo átono que deveria ser usado para indicar ação mútua de amar é o correspondente à primeira pessoa do plural: nós. Portanto, o certo seria “Nós dois NOS amando e a lua por testemunha” 😛

Porque sem a gramática a vida é tão sem graça!
Porque sem a gramática a vida é tão sem graça!

2. Faça a gramática feliz!

No trecho “Faça ela feliz”, o pronome “ela” não está empregado de acordo com a norma-padrão. Como pode-se perceber na música, o pronome “ela” funciona como complemento do verbo fazer, completando, assim, seu sentido. No entanto, embora o uso de expressões como “faça ela” e “vi ela” sejam comuns na linguagem coloquial brasileira, a regra gramatical do português padrão estabelece que os pronomes pessoais do caso reto (eu/tu/ele/nós/vós/eles) cumpram apenas função de sujeito e não de objeto direto. Assim, de acordo com a norma culta, o correto é: Faça-a feliz. Maaaas, convenhamos: não dá pra imaginar uma dupla sertaneja cantando assim, né? Tiraria até o foco da sofrência!

3. Cê é tão linda, gramática!

Como você já bem sabe, toda língua varia no tempo e essa variação pode ser notada ao comparar dois estados de uma determinada língua. No entanto, como você também já sabe, o processo de mudança é gradual, ou seja, não acontece de repente e não seria diferente com a classe dos pronomes. De “vossa mercê” foi para “vossemecê”, que foi para “vosmecê”, que se transformou em “vassuncê”, depois em “vancê”, atééé chegar em “você”. Ao longo dos anos, quantas formas variadas não foram utilizadas para este pronome de tratamento, hein?! Contudo, esse nosso pronome de tratamento não parou por aí, afinal, quantas vezes esse pronome não se reduziu a “vc” na internet e a “ocê” ou “cê” na língua falada?! Henrique e Juliano que o digam… “mudando de assunto, cê tá tão bonita”!

Valeu?
Valeu?

4- É só você fazer assim…

Enquanto tenta segurar a lágrima que insiste em cair, a gramática tradicional da nossa língua grita quando vê a mistura de tratamentos em um texto. Na música de Luan Santana, nota-se que o eu lírico usa o pronome de tratamento de 3ª pessoa “você” para se dirigir a seu amor, mas dá pra notar também que esse tratamento não é o que prevalece na música, como mostra a parte “Se tirar você de mim/ Não sobra nada/ O teu sorriso me desmonta inteiro”. Essa parte nos mostra que a combinação de “você” com formas de 2ª pessoa não é, como muitos pensam, uma novidade da fala contemporânea. Apesar dessa incidência, nós aconselhamos que você não faça que nem o Luan Santana na sua prova. Vamos descomplicar: em um texto, de acordo com a norma culta, não se deve misturar as pessoas do discurso. Se sua frase tem o pronome pessoal do caso reto “tu” como forma de tratamento, não use os pronomes possessivos de 3ª pessoa: seu, sua e as variações o, a, lhe. Se sua frase tem o pronome de tratamento “você, pertencente à 3ª pessoa, não use pronomes de 2ª pessoa, como os possessivos “teu”, “teus”, “tua”, “tuas”. É só você fazer assim! 😉

É só você fazer assim! ;D
É só você fazer assim! ;D

Com essa lista, além de se divertir, você aprendeu as seguintes Competências e Habilidades para o Enem:

Competência: Compreender e utilizar a língua portuguesa, geradora de significação e integradora da organização do mundo e da própria identidade
Habilidade: Reconhecer os usos da norma padrão da língua portuguesa nas diferentes situações de comunicação

Continue estudando
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes Demonstrativos e Indefinidos

Recentemente, falamos sobre as classes gramaticais e ensinamos o que são os pronomes. Eles são os responsáveis por acompanhar, substituir ou fazer referência ao nome. Ou seja, são palavras variáveis em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural).
artigo
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes

Leia o resumo “Classes Gramaticais: Pronomes” e resolva os exercícios abaixo.
artigo